Uma das bandas de rock mais bem sucedidas, polêmicas e apaixonantes das últimas décadas, o Guns N´Roses sempre esteve à frente dos holofotes, seja por questões polêmicas, brigas, vaidades, abuso de drogas e bebida, declarações polêmicas ou simplesmente por músicas muito bem feitas. É um grupo que fez parte da vida de muita gente no mundo todo, principalmente de quem foi adolescente durante os anos 1990.

A banda já vendeu mais de 100 milhões de álbuns em toda a carreira e é um dos maiores símbolos de rebeldia das últimas gerações de roqueiros. Com a formação clássica separada há mais de 20 anos, uma notícia surpreendente estaria prestes a ser anunciada: o Guns N´Roses está próximo de voltar com membros clássicos no ano que vem, em uma turnê comemorativa de 30 anos da banda.

Publicidade
Publicidade

Primeiramente nos Estados Unidos e Europa, se estendendo ao resto do mundo posteriormente.

Os indícios são muitos. O que parecia impossível de acontecer já é realidade: Slash e Axl Rose fizeram as pazes. É o que comentou há algumas semanas o vocalista Scott Weiland do Velvet Revolver. Já o site de notícias norte-americano Dish Nation conseguiu declarações de uma fonte próxima à banda que confirma os rumores: "Os promotores estão trabalhando em sigilo. Os detalhes da reunião devem ser anunciados em alguns dias. Todo mundo está esperando demandas enormes por ingressos, mas os rapazes estão bem calmos, não sabem o que esperar"

A mesma fonte, segundo a publicação, uma pessoa muito bem informada no meio musical, confirmou que o vocalista e o guitarrista não estão mais brigados: "Slash e Axl conversaram e concordaram em juntar novamente a banda. Os shows ao vivo são onde eles podem mostrar do que são capazes e conquistar grandes lucros". O próprio Slash, em entrevista recente à rede de TV CBS, confirmou que não há mais animosidade entre ele e Axl Rose.

Publicidade

Tecladista da banda desde 1990, Dizzy Reed deixou no ar a possibilidade da reunião em entrevista recente ao portal Loudwire: "Com o Gun´s N´Roses, tudo pode acontecer. E tudo bem, as coisas vão se acertar quando eles estiverem prontos e nós vamos sair em turnê quando tudo estiver arranjado". 

No Twitter oficial da banda, quatro mensagens enviadas semana passada, quando juntas mostram uma declaração enigmática: "O que poderia acontecer quando a falta de notícias é boa notícia? Naturalmente, hoje em dia todo mundo é jornalista. Se eles pudessem ler lábios... Com certeza eles iriam ler nas entrelinhas". O guitarrista e fundador do Guns N´Roses, Izzy Stradlin, o baixista Duff "Rose" McKagan e o baterista Steven Adler, também membros da formação clássica do primeiro álbum 'Appetite for Destruction' (1987), não se pronunciaram sobre o assunto.  #Música #Arte #Rock in Rio