O cineasta criador da saga intergaláctica ‘Star Wars’ e ex-dono da Lucasfilm, George Lucas, contou em entrevista ao 'Vulture', que assistiu o “Star Wars Episódio VII – O Despertar da Força”, durante este fim de semana, e aprovou o corte final da produção – que por sinal não precisou de refilmagens.

Recentemente, foi revelado que Lucas teria se magoado com a Disney, que após a concretização da venda da Lucasfilm, não aceitou seu roteiro e nenhuma ideia subsequente para o novo longa-metragem da tão famosa franquia. Ele chamou esse episódio de “divórcio da companhia”. E mesmo com a situação embaraçosa, George Lucas foi bastante cortês ao se referir ao #Filme“Eu acho que os fãs vão amar. É o tipo de filme pelo qual os fãs estavam esperando”, pontuou o diretor.

Publicidade
Publicidade

Harrison Ford, intérprete de Han Solo nos filmes (ele chegou a quebrar a perna durante as gravações, ficando de cadeira de rodas por um tempo, o que atrasou as filmagens), também pôde assistir a produção finalizada e não poupou elogios ao longa. “É ótimo. É um filme maravilhoso, ele tem grandes valores de produção. É um filme grandioso e fiquei muito feliz por vê-lo”, disse.

Confira a sinopse: "Na trama, os novos heróis Ray e Finn – feitos por Daisy Ridley e John Boyega, um ex-Stormtrooper agora renegado – encontram um sabre de luz perdido no espaço e decidem devolver a relíquia ao seu dono – que mais tarde descobrem se tratar de Luke. Eles partem numa jornada, ao lado de Han SoloChewbacca, para reencontrar Luke. Quando o Jedi Master reaparece, explica que sumiu nos últimos 30 anos – desde os eventos de ‘O Retorno de Jedi’ ".

Star Wars parece revelar uma surpresa a cada dia, alguns fãs até reclamaram que a Lucasfilm e a Disney estariam revelando demais.

Publicidade

Uma das curiosidades que foi revelada esta semana, é que a produção teve que fazer milhares de versões diferentes da vestimenta do Kylo Ren, o principal vilão do filme.

O primeiro traje criado por J.J Abrams – diretor do longa - e sua equipe, havia sido descartado, porém, segundos depois, J.J percebeu que seria o uniforme perfeito para a primeira vilã da saga, a Capitã Phasma. A vilã será vívida por Gwendoline Christie (Game of Thrones), e a personagem será oficial da Primeira Ordem (Império).

O longa-metragem irá estrear no dia 17 de dezembro de 2015. Para alegria dos fãs, falta pouco! #Entretenimento #Cinema