Hoje, dia 5 de janeiro, Hayao Miyazaki comemora seu aniversário de 75 anos. Esse simpático senhor japonês fez as infâncias de uma geração ser habitada por sonhos e magia, graças a seus filmes animados.

Nascido em Tóquio e filho de um diretor de uma empresa familiar de peças de aviões, Miyazaki mostra sua paixão pela aviação em filmes como 'Vidas ao Vento'. Durante a infância do animador, sua mãe passou por um período difícil com tuberculose, algo que também teve influência em seus filmes, como a mãe das personagens em 'Meu Vizinho Totoro' e a esposa do protagonista de 'Vidas ao Vento'.

Apesar de sua paixão pelas animações, o diretor formou-se em ciências políticas e econômicas em 1962.

Publicidade
Publicidade

Após sua formatura, ele começa a trabalhar no estúdio Toei, que marcou o início de sua vida artística. Ele trabalhou em diversos longas, mesmo sem dirigir ou desenhar para a maioria deles, e isso serviu de inspiração para os futuros filmes do Studio Ghibli.

Em 1980, ele estreou na direção com o longa 'O Castelo do Cagliostro'. Nesse tempo, Hayao também estava escrevendo um mangá: 'Nausicaa do Vale dos Ventos', transformado em #Filme posteriormente, cujo sucesso foi tão grande que permitiu ao diretor iniciar seu próprio estúdio de animação: o Ghibli.

Um dos temas recorrentes na obra do animador é o conflito entre humanos e natureza que foi ilustrado em 'Princesa Mononoke', assim como em 'Nausicaa do Vale dos Ventos'. 'Mononoke' é considerado um de seus filmes mais sombrios, onde Miyazaki mostra falta de esperança para o futuro da humanidade com a natureza, diferente de opiniões mais leves que apresentou com a esperançosa 'Nausicaa'.

Publicidade

Miyazaki também ganhou fama por seus macabros filmes infantis, como 'A Viagem de Chihiro'. Crianças em sua inocência adoraram o filme sem imaginar os temas muitos mais profundos que ele exibia, como referências à exploração infantil.

Atualmente, Miyazaki treina jovens talentos para seguirem com o trabalho do Ghibli. É bom levar em consideração que ele já se aposentou uma vez após o lançamento de 'Princesa Mononoke', mas sua paixão por filmes parece não ter limite e ele retornou para fazer mais alguns grandes trabalhos.

Miyazaki também está muito ativo em relação ao Studio Ghibli, onde produz atualmente um curta metragem completamente animado por computador, uma novidade depois de inúmeros filmes desenhados à mão. O Ghibli também está produzindo o próximo longa metragem da companhia, onde, infelizmente, Miyazaki não está envolvido, chamado “A Tartaruga Vermelha”, que tem lançamento previsto para 2016.

O filme saiu das mãos dos japoneses e teve direção e produção europeias, os fãs ficam no aguardo para descobrir se é assim que o futuro do estúdio japonês será feito. #Entretenimento #Cinema