O #Filme 'A Bruxa' poderia ser só mais um filme de terror como outro qualquer, mas definitivamente não é. Ele foi totalmente idealizado para romper paradigmas e foge (muito) o que fãs do gênero poderiam esperar.

Não espere encontrar em 'A Bruxa' a estratégia de colocar medo com a técnica clichê dos sustos fáceis. Veja a declaração de um dos mais respeitados cineastas, autor de livros e especialista no gênero Stephen King:

"‘A Bruxa’ me fez correr de medo. É um filme tão real, tenso e provocativo quanto é visceral."

'A Bruxa' cria um terror ascendente. O filme constrói o medo e trabalha cenas de completa tensão que prometem não deixar o espectador piscar os olhos na frente da tela.

Publicidade
Publicidade

Para apimentar ainda mais a polêmica em torno do filme, o site 'Cinepop' que é especializado em #Cinema e atribuiu críticas aos filmes afirmou em sua página que "Adoradores do diabo farão exibições gratuitas do filme".

O 'Cinepop' afirma que a congregação satânica 'The Satanic Temple' (O Templo Satânico), exibirá gratuitamente o filme 'A bruxa' aos seus seguidores, para que eles possam acompanhar a obra aterrorizante.

O grupo satanista afirma em sua página que o filme é "uma experiência satânica transformadora" e que ele distancia o que seria a imagem de "vítimas da feitiçaria" e ainda promove a independência feminina.

Não acabou! Outro site especializado em críticas aos filmes e com nome sugestivo, o 'Boca do Inferno' recomenda que as pessoas deixem de ir aos cinemas para assistir 'A Bruxa'.

Publicidade

Segundo o famoso site brasileiro, não se trata de um filme comum...

"Você não estará vendo um filme de terror, o medo estará presente o tempo todo e ao seu lado..."

Ainda de acordo com o site, 'A Bruxa' não traz o que o espectador do cinema espera. Em sua opinião quem vai ao cinema está em busca de distração, diversão, reunir os amigos em momentos de confraternização e nada disso será possível aos que assistirem esse filme.

Será tudo isso uma jogada de marketing para promover o filme? Os especialistas no assunto tem razão? Você irá ao cinema acompanhar essa obra? Dê sua opinião.