Mais uma vez em solo brasileiro, o ator Willem Dafoe aproveitou para conversar com jornalistas e não poupou elogios ao falar sobre o país, porém revelou algumas ressalvas, principalmente ao comentar o caos da capital paulista. O artista norte-americano de 60 anos é o protagonista de "Meu Amigo Hindu", filme inspirado na experiência própria do diretor Hector Babenco, que precisou lutar contra um câncer nos anos 1990.

"O Brasil é o destino na minha vida", afirmou Dafoe. O ator já havia visitado o país em outras duas ocasiões. Em 2011, participou do Festival do Rio com os filmes "Amor Obsessivo", de sua esposa, Giada Colagrande, "4:44 - O Fim do Mundo", de Abel Ferrara, e "O Caçador", de Daniel Nettheim.

Publicidade
Publicidade

Ele também atuou na peça "A Velha", do escritor russo Daniil Kharms, em 2014, baseada em um texto curto de 1939. Sobre São Paulo, o ator foi mais enigmático: "É uma cidade que está sempre mudando. Mesmo eu sendo um cara urbano, é uma cidade difícil. Posso dizer que eu gosto mais de São Paulo agora do que da primeira vez", analisou.

Novo projeto

Desta vez, Willem Dafoe interpreta uma espécie de alter-ego de Babenco, argentino radicado no Brasil, hoje com 70 anos. No longa, ele dá vida a Diego, um diretor de #Cinema que luta contra um câncer terminal, mas insatisfeito de sair de cena sem deixar a sua marca. Para sobreviver, Diego decide se submeter a um tratamento experimental nos Estados Unidos envolvendo um transplante de medula. Entretanto, antes de partir, ele se casa e participa de uma despedida com os seus amigos.

Publicidade

O "Hindu" da história entra em cena quando ambos estão internados. Diego e o garoto de 8 anos passam a vivenciar uma amizade pautada em diálogos provenientes do cinema.

O elenco de "Meu Amigo Hindu" conta com a participação de grandes nomes da dramaturgia brasileira e conhecidos principalmente por papéis mais exigentes em obras complexas. Maria Fernanda Cândido, Bárbara Paz, Selton Mello, Reynaldo Gianecchini e Maitê Proença compõe o elenco de estrelas do filme, cuja estreia acontece no dia 3 de março. Willem Dafoe, por sua vez, colabora com a polivalência e a experiência de já ter trabalhado com diretores de renome, como Lars Von Trier, Wes Anderson, Martin Scorsese, Alan Parker, Oliver Stone e David Lynch. Além, claro, de ter dado vida ao vilão "Duende Verde", inimigo do "Homem Aranha".  #Entretenimento #Comunicação