O ator norte-americano, Leonardo DiCaprio, não para de receber prêmios, homenagens e até troféus simbólicos e estilosos, após sua celebrada atuação no filme "O Regresso", que lhe rendeu o Oscar de melhor ator. Essa foi a primeira vez que o astro, de 41 anos, levou a melhor na mais badalada cerimônia do #Cinema internacional, após quatro tentativas frustradas. Antes do feito obtido neste ano, DICaprio "bateu na trave" com "Gilbert Grape -Aprendiz de sonhador" (1994), "O Aviador" (2005), "Diamante de Sangue" (2007) e "O Lobo de Wall Street" (2014).

A estrela de Hollywood foi aclamada pelo povo da Sibéria, uma das regiões mais frias do planeta, em território russo.

Publicidade
Publicidade

Grupos de fãs do ator se juntaram e, através de doações de materiais para a construção da obra de arte, conseguiram amealhar vários gramas de ouro, além de quase um quilo e meio de prata e joias variadas. A estatueta ganhou um design original pelas mãos de artesãos locais, se comparada ao do Oscar, com o formato de um homem de expressões mongóis - em homenagem ao povo que por ali passou na antiguidade.

Nesta quinta-feira, dia 17 de março, em sua conta no Instagram, Leonardo DiCaprio agradeceu com extremo afeto o presente recebido, lembrando que tem um pouco de sangue russo, por parte de uma avó. "Muito obrigado ao povo de Lacútia por este maravilhoso presente, especialmente às mulheres que doaram o material para fazer esta estátua", disse o ator. Vale lembrar que após vencer o Oscar, o ator teria perdido a estatueta original em uma festa, no mesmo dia da cerimônia.

Publicidade

Engajado com questões ambientais - ele, inclusive, abordou o tema em seu discurso na premiação do Oscar -, o ator comentou as dificuldades enfrentadas pela população que vive na província onde foi elaborada sua nova estatueta. "Lacútia é lar do povoado mais frio da terra e a região é extremamente vulnerável à mudança climática. O aumento das temperaturas representa uma grande ameaça para seu povo, seu estilo de vida e seu habitat natural", comentou DiCaprio, em sua rede social.

Projeto russo?

Ator de competência comprovada e com intimidade para interpretar os mais variados tipos de personagens, Leonardo DiCaprio já deixou clara sua intenção de, algum dia, emplacar um papel na pele de uma personalidade russa. Polivalente como poucos de sua geração, ele já colocou entre seus "alvos" o polêmico presidente Vladimir Putin, e o "místico" Grigori Rasputin, uma figura de suma importância na história da Rússia. Rasputin ficou conhecido por atuar nos bastidores no final do czarismo, como conselheiro de Nicolau II. Ele teria sido assassinado, mas os segredos sobre sua biografia certamente renderiam um filme digno de Oscar. Um projeto que certamente DiCaprio não gostaria deixar de passar batido.  #Entretenimento #Famosos