Dono de um talento inegável, e de uma vida conturbada, Kurt Cobain deixou sua marca registrada no mundo da #Música, sendo considerado até hoje como a personalidade mais influente da música alternativa na década de 1990. Kurt contrabalanceava a vida pessoal, o relacionamento amoroso conturbado, excesso de álcool e drogas e o nascimento de sua filha.

Infância e adolescência

Filho de uma garçonete e de um mecânico, Kurt Cobain nasceu com uma veia artística forte. De uma criança feliz, sua personalidade mudou quando sua mãe pediu o divórcio. Dessa idade em diante, ele viveu um tempo com o pai, com parentes e com a mãe, sempre sem se “encaixar”.

Publicidade
Publicidade

Pouco antes de terminar o Ensino Médio, ele estava vivendo com a mãe, que o colocou em uma encruzilhada: ou Kurt terminava a escola ou arrumava um emprego, ou, então, ele teria que ir embora.

Kurt então acabou expulso de casa, e viveu um tempo como sem teto. Dessa experiência, nasceu a inspiração para um dos clássicos do Nirvana, a faixa Something in the Way, de Nevermind, de anos mais tarde.

Nirvana - o início

O mundo dá voltas, e ele se une ao amigo Krist Novoselic e assim nascia o Nirvana, em 1987, com o recrutamento de Aaron Burckhard como baterista.

Em 1988, Aaron deixa a banda, e após rápidas passagens de Dale Crover ou Dave Foster, que ocuparam o lugar, se deram bem como bateristas. As coisas só melhoraram com a chegada de Chad Channing, que ficou na banda entre 1988 e 1990.

Em meio a tudo isso, Kurt consegue um emprego em um hotel no ano de 1989, e acaba conhecendo uma garota chamada Tracy Marander.

Publicidade

Tudo ia bem, até que Kurt deixou o emprego e Marander passou a insistir que ele arrumasse outro trabalho, e, assim, Kurt escreveu a música "About a Girl", de Bleach.

A relação acabou, e ele se envolveu com a vocalista da banda Bikini Kill, Tobi Vail. Ela usava um desodorante chamado Teen Spirit, e como uma forma de ridicularizar Kurt, uma amiga, chamada Hanna, pichou em seu quarto “Kurt Smells Like Teen Spirit”. Kurt acabou interpretando a frase de outra forma, e assim nasceu uma das canções mais emblemáticas de sua carreira

Sucesso e depressão 

Pouco tempo mais tarde, Kurt Cobain experimentava o sucesso que tanto buscou. Era 1990 e tudo estava indo bem. O Nirvana finalmente encontrou o “baterista perfeito”, Dave Grohl.

A banda assina com a DGC Records, Nevermind alcança um sucesso avassalador. Em 1991, ele se casa com Courtney Love, e, então, uma série de escândalos pessoais invadem a vida do casal. Situações particulares, como brigas, além do uso de drogas pesadas são manchetes constantes em tabloides. 

Em dezembro 1992, o Nirvana lança Incesticide, que recebeu excelentes críticas.

Publicidade

Enquanto se desdobrava entre shows, amigos próximos diziam que Kurt já não era a mesma pessoa. Relatos afirmam que o cantor já se mostrava deprimido. O uso de drogas foi se intensificando, as brigas com a esposa também e a carga de shows era gigantesca.

Em setembro 1993, é lançado então o In Utero, outro sucesso arrebatador. Mas menos de 7 meses depois, no dia 5 de abril de 1994, Kurt cometeu suicídio em sua casa. Antes de atirar contra a própria cabeça, Kurt ouvia o álbum Automatic for the People, da banda R.E.M.

Ele deixou uma carta explicando seus motivos. Ele deixa claro o amor pelos fãs, pela esposa e pela filha Fances, mas também fala do ódio que sentia pela humanidade e pela falta de vontade em continuar vivendo. Em um trecho final, ele diz “eu não tenho mais a paixão, e por isso lembre-se, é melhor queimar de vez do que se apagar aos poucos”.

A notícia de sua morte pegou a todos de surpresa, e a apesar de sua carreira curta, sua importância e contribuição ao cenário musical foi tão grande que Kurt inspirou livros, documentários e filmes.

Assim como dizia outro gênio da música, Raul Seixas, “os homens passam, as músicas ficam”, e, assim, mesmo tendo partido cedo, Kurt Cobain deixou um legado que ainda inspira fans ao redor do mundo, um legado que continuará comovendo e conquistando multidões através dos tempos. #Famosos #Blasting News Brasil