No dia 15 de abril de 2001, morria, em NY, Joey Ramone, vocalista do grupo Ramones, em virtude de um linfoma. O artista, que parecia se esconder atrás dos óculos escuros e cabelos compridos, encabeçou uma das bandas mais importantes do punk rock.

Jeffrey Ross Hyman, de família judaica, nasceu em 19 de maio de 1951 – no Queens – com uma massa de feto não desenvolvido preso à sua coluna. O tumor era do tamanho de uma bola de beisebol. Semanas após o parto, submeteu-se a uma cirurgia que lhe rendeu uma cicatriz nas costas.

Na infância, seus pais divorciaram-se, e em seguida, sua mãe casou-se com um amigo da família. Por ser muito alto e magro, sofria maus tratos na escola.

Publicidade
Publicidade

Certa vez, voltou para casa com a marca de uma sola de tênis na sua camisa branca.

À medida que os anos passavam, Joey ia se tornando menos sociável e preferia ficar sozinho. Sofria de TOC e baixa autoestima. A #Música serviu-lhe de escape e estímulo para nunca desistir de si mesmo. Sua adolescência difícil foi inspiração para algumas canções dos Ramones, como “I Don’t Care”.

Ramones

Em 74, fundou com seus vizinhos, os Ramones. No início, Joey cantava e tocava bateria, Johnny (John Cummings) executava a guitarra e Dee Dee (Douglas Colvin), o baixo. Posteriormente, Tommy (Thomas Erdelyi), que era gerente do grupo, assumiu a bateria. Artistas do mesmo bairro de Joey, como Simon e Garfunkel, já haviam alcançado o sucesso.

Todos os componentes adotaram o sobrenome artístico “Ramone” e passaram a usar calças jeans e jaquetas de couro.

Publicidade

Outros músicos também integraram o conjunto. São eles: Marky, Richie, CJ e Elvis (Clem Burke). Este último, baterista do Blondie, tocou em duas apresentações. Apenas Johnny e Joey permaneceram da formação original até o fim. Os Ramones apresentaram-se no clube CBGB, em NY, assim como Patti Smith e Blondie.

Em 76, lançaram o primeiro LP, intitulado “Ramones”. É considerado o primeiro álbum de punk rock. Independentemente da existência de bandas anteriores como MC5, Stooges e New York Dolls, foram os Ramones que consolidaram os paradigmas do punk com canções de poucos acordes tocadas num ritmo acelerado. O som dos nova-iorquinos influenciaria músicos dos anos 90, como o Green Day.

Ao primeiro disco, seguiram-se 13 álbuns de estúdio. Paralelamente ao trabalho com os Ramones, Joey editou (em 94), com seu irmão Mickey Leigh, um disco solo. “Sibling Rivalry – In A Family Way” tem somente 3 faixas.

Os membros dos Ramones tinham um relacionamento conturbado. Linda, namorada de Joey, rompeu com ele e iniciou uma relação com Johnny (com quem se casou).

Publicidade

Depois disso, os parceiros de grupo conviveram anos sem se falar. Em 96, a banda chegou ao fim. Apesar do som inovador, os Ramones nunca obtiveram êxito comercial. Após o término, Joey produziu bandas.

Morte

Joey Ramone faleceu, em NY, no dia 15 de abril de 2001, aos 49 anos, vítima de um câncer no sistema linfático, detectado anos antes. No quarto do hospital, minutos antes do óbito, Joey escutou, na companhia de parentes e amigos, o single “In A Little While” do U2, cujos versos traduzidos dizem: “Daqui a pouco/Esta ferida não vai mais doer/Eu estarei em casa (...)”.

Dois discos de Joey foram lançados após sua morte: “Don’t Worry About Me”, em 2002, e “Ya Know?”, em 2012. #Entretenimento #Famosos