Escolhida a substituta de Angelina Jolie no reboot de Tomb Rider. Apesar de confirmadas as negociações com Daisy Ridley, a Ray de Star Wars: O Despertar da Força, quem acabou ficando mesmo com o papel foi a atriz e bailarina sueca Alicia Vikander. No entanto, segundo a publicação Variety, Vikander sempre foi a primeira opção dos produtores dos estúdios responsáveis pela adaptação:  Warner Bros, MGM e GK Films. Outra que estava na disputa era Cara Delevingne, do vindouro Esquadrão Suicida.

Vikander, a onipresente

Alicia Vikander tem 27 anos. Atualmente, namora o também ator Michael Fassbender (o Magneto jovem da franquia X-Men) e vem construindo uma carreira invejável e com uma filmografia bastante extensa, para quem começou há pouco tempo.

Publicidade
Publicidade

Seu primeiro trabalho foi um #Filme televisivo, chamado Min balsamerade mor,  de 2001. Nos anos seguintes, Vikander investiu na carreira internacional, participando dos longas O Amante da Rainha Anna Karenina. Contudo, sua carreira estourou mesmo em 2015, quando atuou em O Agente da U.N.C.L.E., baseado na série dos anos 60,  Ex Machina e A Garota Dinamarquesa. Os dois últimos lhe renderam indicações e prêmios. Na ficção científica Ex Machina, Alicia interpreta Ava, uma inteligência artificial que parece desenvolver sentimentos humanos; por esse longa, ela ganhou indicações ao Globo de Ouro, BAFTA e British Independent Awards. Já pela cinebiografia A Garota Dinamarquesa, em que interpreta  Gerda Wegener, artista plástica e esposa de Einar Wegner (Eddie Redmayne, de A Teoria de Tudo), mais tarde, Lili Elbe, primeira pessoa a submeter-se a uma cirurgia de mudança de sexo, venceu o Oscar de atriz coadjuvante.

Publicidade

Reboot

Tomb Raider é uma série de games que acompanham as aventuras da arqueóloga Lara Croft. Na década de 2000, Angelina Jolie protagonizou dois filmes baseados no jogo. O novo filme é um reboot, ou seja, um recomeço para a franquia no #Cinema, sem qualquer ligação com os filmes anteriores. Ele deve adaptar o último game de Tomb Raider, que mostra uma Lara mais jovem e inexperiente. O longa conta com a direção do norueguês Roar Uthaug, de The Wave. Mas, há uma coincidência: quando protagonizou Lara Croft: Tomb Raider, Jolie também havia acabado de ganhar o Oscar de atriz coadjuvante, por Garota Interrompida. #Entretenimento