Todos os anos, milhares de pessoas espalhadas em todo o país celebram as festas juninas.

A tradição passada de pai pra filho é muito mais forte no nordeste, mas é também celebrada pela igreja católica e tem sido uma das principais atrações do nordeste brasileiro há centenas de anos.

O que poucas pessoas sabem, é a verdadeira razão pela qual se comemora os dias dos santos nessa data, a exemplo de São Pedro, Santo Antônio e São João, santo inclusive que dá nome a festa.

A verdade oculta por trás do que iremos falar aqui já foi narrada por diversos artigos importantes e livros que contam a #História por trás da festa de São João.

Publicidade
Publicidade

A Festa

Tudo começou na época de Cristo, quando Jesus ainda não havia iniciado seu ministério, mas já era anunciado por seu primo, João Batista.

A Bíblia conta que João era um ferrenho critico do governo de Herodes, Rei naquela época.

Segundo a narrativa bíblica, depois de tanto ouvir João Batista gritar em alta voz palavras que ofendiam a honra de Erodes, ele decidiu prender João, e o desfecho acabou sendo seguido de sua morte, já que Herodes, a pedido de sua afilhada Salomé, mandou cortar a cabeça de João Batista fora e apresentá-la numa bandeja na noite do aniversário de Herodes.

A noite de celebração pela morte de João e aniversário de Herodes, passou a ser celebrada anualmente, sendo chamada de "Noite de São João".

A Fogueira

A fogueira foi um elemento usado para homenagear e cultuar deuses pagãos, como por exemplo, o deus Moloque.

Publicidade

O ritual mais comum utilizado para adorar ao deus Moloque era jogando crianças dentro de fogueiras.

Por isso o costume de adultos pularem fogueiras durante a noite de São João.

A Festa Junina

A cultura foi levada para a Igreja Católica desde sua fundação em Roma, quando tiraram a ideia de ritual e passaram a celebrar as festas que costumavam acontecer no mês de Junho e celebrar os santos católicos afim de preservar suas memórias e honras.

Apesar dessas histórias estarem estampadas por toda a internet, é bem comum encontrar pessoas que celebram o São João sem sequer saber onde tudo isso surgiu.