O novo livro do #Paulo Coelho, 'A Espiã' (The Spy) será lançado, no Brasil, no dia 15 de setembro de 2016 e, no resto do mundo, entre os meses de outubro e dezembro deste ano. A obra é inspirada na verdadeira história de Mata Hari, uma dançarina e cortesã acusada de espionagem e executada por traição há cem anos.

Segundo informações publicadas no site oficial do escritor Paulo Coelho, a história será narrada em primeira pessoa. O autor best-seller acredita que há muitas lições que podem ser aprendidas com a vida dela nos dias atuais, principalmente "em uma época em que muitas acusações pelos poderosos custam a vida de muitas pessoas inocentes".

Publicidade
Publicidade

Paulo Coelho recria história de espiã

Paulo Coelho contou que Mata Hari foi uma dançarina que chocou e encantou o público, especialmente homens  ricos e poderosos, durante o período da Primeira Guerra Mundial. “Enquanto ela esperava pela sua execução em Paris, um dos seus últimos pedidos foi uma caneta e alguns papéis para escrever cartas”, disse o autor em publicação de seu site.

O contador de histórias reimaginou a vida de Mata Hari, a partir de sua última carta e apoiando-se em materiais fornecidos pelo Serviço de Segurança do Reino Unido, Alemanha e Holanda, ao longo de 20 anos.

De acordo com Paulo Coelho, no momento da execução, Mata Hari teria dito que estava pronta e se recusou a ter os olhos vendados. “Seu único crime foi ser uma mulher independente”, conclui Paulo Coelho.

No Brasil, o livro A Espiã será publicado pela Editora Paralela (Companhia das Letras).

Publicidade

A obra será publicada no segundo semestre de 2016 por editoras de diversos países e estará disponível em milhares de livrarias. O livro em português já está disponível para pré-venda nos sites da Livraria Saraiva, Livraria Cultura e Livraria da Folha, com lançamento previsto para setembro.

Com 30 títulos publicados, Paulo Coelho já vendeu mais de 200 milhões de cópias de #Livros pelo mundo e é um dos autor best-seller há anos. O Alquimista é um dos seus livros mais bem-sucedidos e, recentemente, o autor anunciou, em sua página de Facebook, o recorde: no próximo domingo, The Alchemist estará há 400 semanas na lista de best-sellers do The New York Times. #Literatura