Quatro garotos da Inglaterra, mais especificamente da cidade de Liverpool, localizada no noroeste daquele país, criaram a famosa banda de rock chamada “The Beatles”, grupo musical esse que adquiriu fama mundial, influenciando até hoje inúmeras gerações. A banda, com os seus componentes mais famosos, John Lennon, Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison, foi estabelecida no ano de 1960. Com o passar do tempo, os garotos deixaram de ser tão garotos e em 30 de janeiro de 1969, o grupo The Beatles pôs um final à sua carreira de estrondoso sucesso, fazendo uma apresentação fenomenal em um telhado da capital inglesa, Londres.

No ano de 1957, no que poderia ser considerado o embrião da banda com Paul MacCartney, o mesmo foi convidado a integrar o incipiente grupo musical, o que também aconteceu em 1958, com George Harrison, e no ano de 1960 surge oficialmente a formação dos Beatles.

Publicidade
Publicidade

Mesmo sem possuir um baterista fixo, a partir de 1961 o grupo faz a sua apresentação inicial no The Cavem Club, tocando ali até 1963. Nesse meio tempo, em 1962, o empresário Briam Epstein assessora a banda, modificando imediatamente o visual dos garotos, fazendo-os se vestir com trajes formais, em substituição as roupas de couro dos roqueiros da época. Também em 1962, Ringo Starr se tornou o baterista oficial da formação, que agora contava com George, John, Paul e Ringo.

Várias hipóteses apareceram em função da separação posterior dos componentes da banda, o que ocorreu há 47 anos. O motivo comumente mais aceito é de que Yoko Ono, namorada de John Lennon, tenha estimulado os conflitos entre os músicos. Entretanto, os ânimos dos jovens não eram nada estáveis como o público poderia imaginar, o que foi revelado pelo recente documentário intitulado “The Beatles: Oito Dias Uma Semana", que foi dirigido pelo Ron Howard.

Publicidade

O título do documentário foi escolhido em função do trabalho exaustivo que os membros do grupo tinham de executar por causa de várias turnês e gravações de discos com novas canções, o que pode ter passado do limite de cada um. Como o sucesso chegou aos rapazes no auge da juventude e de modo muito repentino, muito provavelmente eles não tinham ainda a maturidade necessária para lidar com tanta fama e riqueza.

Ou seja, a fama que é visada pela maioria dos artistas acabou tendo efeito contrário com o grupo de rock inglês, pois como ele era um fenômeno nunca antes visto com tamanha repercussão, acabou causando muita confusão, balbúrdia; enfim, o próprio caos, durante as apresentações dos Beatles. Tanto que em 1964, na Nova Zelândia, um número superior a 7 mil fãs invadiu o palco onde se encontravam os músicos.

A banda se tornou alvo de ameaças e de ataques sucessivos com bombas e atentados terroristas em todo lugar que iam, fazendo com que as autoridades e inúmeras outras pessoas, vissem com desconfiança e até medo as apresentações musicais dos Beatles.

Publicidade

A rotina frenética, muitos pontos de controvérsias entre os artistas, a fadiga e o estresse acumulados simbolizaram os motivos da separação da banda que marcou o mundo, sendo que cada um dos seus integrantes passou a seguir sua própria carreira individual. #Negócios #Música #Comportamento