Aos que ainda acreditam que o rock nacional está morto, o Vento Motivo, com o perdão do trocadilho, é um ótimo motivo para que sejam renovadas suas crenças. Apostando num rock básico, classudo, lembrando inúmeras referências do pop rock nacional oitentista, mas com um diálogo interessante com o contexto atual, o grupo formado por Fernando Ceah (voz, violões, guitarra), Binho (bateria) e Ivan Isoldi (baixo) lançou recentemente, via Constelação Music, seu EP denominado “Sol Entre Nuvens”, produzido por Lampadinha, conhecido pro trabalhar com grupos como o Hateen, entre outros. 

Rock, pop e MPB 

Com 5 faixas, o EP abre com a faixa “Tenha Fé Na Estrada”, que traz até a mente, lembranças daquele rock brasileiro que se apoiava na poesia, na personalidade vocal e em bases simples de violões, baixo, guitarra e bateria.

Publicidade
Publicidade

Impossível não notar que os caras devem ter ouvido muito Legião Urbana (ouça a canção “Teorema”, de Renato Russo e cia., e tirem suas conclusões), Engenheiros do Havaí (algumas vezes o ótimo timbre de voz do vocalista Fernando Ceah remete ao de Humberto Gessinger), e algo meio Belchior, estabeelcnedo assim uma interessante ligação com a MPB.

Versão de Guilherme Arantes 

Esta conexão aliás, fica evidente na ponte que eles constroem no disco, ao lançarem mão de uma versão de uma #Música de Guilherme Arantes, que flerta com elementos de reggae, no clássico “Um dia, um adeus”.

Com instrumental bem trabalhado e executado, o Vento Motivo lança aos ouvidos em busca de novidade, talvez um pouco daquele “mais do mesmo”, mas sem que isso signifique algo ruim ou pejorativo. Ao contrário, a banda neste trabalho dá indícios de que bebe em fontes que, se num primeiro momento parecem indicar um “norte”, já mostra de que o caminho a ser trilhado será pautado em qualidade e enorme potencial de evolução, talvez na busca de um estilo próprio, como na canção “Nem tanto ao céu”.

Publicidade

 O ponto forte deste trabalho, sem desmerecer outros tantos, são as letras, que de certa forma, se entrelaçam, como se fossem mini histórias dentro de um ato teatral chamado vida- cortesia do poeta e escritor que canta na banda.

A verdade é que o Vento Motivo está há um bom tempo na estrada, tendo lançado seu primeiro “Full álbum” 13 anos atrás e que tem o tipo de música para sintonizar a mente com “good vibes”, pode apostar!

Ouça abaixo o EP do Vento Motivo: 

#Cultura #VentoMotivo