Ânglia, 1558. Magos e bruxos não são bem-vindos. Elizabeth Grey ganha a vida caçando praticantes de Magia para um inquisidor sanguinário. Até ser acusada de Feitiçaria. Presa enquanto aguarda a execução na fogueira, é resgatada pelo mago mais poderoso - e mais procurado- de toda a Ânglia, que, em troca, lhe pede um favor.

Virginia Boecker passou cinco anos em Londres, estudando a história da Inglaterra medieval. Voltou para os Estados Unidos e escreveu A caçadora de bruxos, que foi finalista do YALSA  Awards, prêmio de literatura juvenil norte-americano.

Tanto estudo valeu a pena. Embora longe de ser um romance histórico, é boa a capacidade da autora de transportar as leitoras e leitores para o período medieval. Através de detalhes de época, como por exemplo "receitas" de cerveja, Boecker nos conduz para uma Inglaterra que mescla realidade com fantasia, magia e ação.

Publicidade
Publicidade

Boecker possui uma narrativa sedutora e, muitas vezes, lança mão do humor, o que confere um diferencial agradável à leitura. E a trama é boa. Temos suspense e romance em meio às intrigas políticas, apontadas como o real motivo da perseguição aos bruxos - fez pensar em história real?

A protagonista Elizabeth Grey é também a narradora. Bem-humorada, vai contando seus encontros com magos, necromantes, piratas e variedades fantasmagóricas. Mas, ao ser acusada, a personagem começa a questionar uma série de valores que acreditava, além de descobrir toda uma história de traição que jamais esperaria.

Grey faz lembrar de Buffy, a Caça-Vampiros: ambas protagonistas femininas que, com um grande fardo a carregar, precisam também lidar com as próprias vidas e com uma feminilidade quase esquecida - só que Grey é mais divertida.

Publicidade

A história começa e termina nesse livro. Mas, como está na moda aproveitar ao máximo uma ideia mais certeira, a autora abriu brecha para futuras aventuras dos mesmos personagens. E não tenho dúvida de que virão.

A caçadora de bruxos. Virginia Boecker. Trad. Alves Calado. Editora Galera. 308 páginas.  #Entretenimento #Livros #Literatura