A força da fé realmente transforma e eleva o ser humano ao mais alto grau espiritual que se possa imaginar. Mediante aceitação disso, podemos ver o quanto esse ato de compromisso, digamos, com sua crença, o faz entregar-se aos desígnios do Deus criador, a ponto de se deslocar de suas casas para uma longa ou breve jornada ao encontro daqueles que representam os caminhos da luz: os santos.

Em todo o Brasil, como nos estados que têm como padroeiro um santo, percebe-se que ela é muito mais receptiva e apresentada, sendo fonte de inspiração e redenção em busca das graças e indulgências daqueles que vão ao seu encontro.

No interior do estado do Sergipe, em uma cidadezinha chamada Divina Pastora, na região Leste, situada a 39 quilômetros da capital, faz-se uma romaria desde o ano de 1958. Ela representa  o maior movimento de expressão e fé cristã neste estado.

Publicidade
Publicidade

Uma novidade, que antes não se tinha, foi a imagem da padroeira, colocada num pedestal, no trevo de acesso ao município, dando mais visibilidade e conhecimento à entrada da localidade. Por sinal, a peregrinação acontece exatamente neste domingo (16).

Outro fato marcante, para os peregrinos de todo estado, inclusive das regiões circunvizinhas, está sendo a mudança de tempo, pois. no momento, chove, situação há muito não presenciada pelo romeiros. Pelos relatos dos envolvidos na organização do evento e outros frequentadores, há anos que não chovia neste período de #festa religiosa e o que mais se via era um calor tremendo e muitas pessoas passando mal. Porém, com o refrescar da chuva desde as 2:00 da manhã, os ânimos aumentaram, elevando mais ainda a esperança de momentos melhores neste dia.

Publicidade

Esta peregrinação realizada no município de Divina Pastora, hoje elevada a santuário, arrasta mais de 100 mil pessoas anualmente, no mês de outubro, considerado, para a Igreja Católica, como mês das missões em todo o mundo. É também tempo de dedicação e entrega ao serviço e oportunidade de realizar algo bom, em prol dos mais carentes e necessitados.

  #Religião