O estilista mineiro, Ronaldo Fraga, surpreendeu a todos na última quarta-feira (26), ao desfilar nas passarelas da São Paulo Fashion Week (SPFW), maior evento de moda do Brasil e maior semana de #Moda da América do Sul, apresentando sua coleção de verão 2017, com 28 modelos transexuais, sendo a maioria estreante na passarela.

A seleção das modelos foi feita anonimamente pelas redes sociais. Através do produtor Fernando Valiengo, mensagens com o convite para o desfile foram enviadas.  

O estilista queria promover no público a discussão sobre a #diversidade e o espaço de cada um na sociedade atual. Atentar para o problema que as minorias sofrem no nosso país, com muitos casos de intolerância e exclusão.

Publicidade
Publicidade

O Brasil é o maior país em números de assassinatos de transgêneros em todo o mundo.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o estilista alertou: "Foi um ato político. Estamos em um país onde mais ocorrem assassinatos de travestis e transexuais no mundo. E é papel da moda encampar as discussões da hora, reinventar histórias. As discussão do momento é sobre a questão de gênero."

"Ronaldo deu voz a quem não tem voz, deu visibilidade a pessoas que são invisíveis. Todas as modelos do desfile eram trans e puderam contar uma história independente do seu gênero, afinal, a genitália estava tampada. Então elas mostraram uma roupa com beleza, feminilidade e dignidade, como qualquer outra modelo faz. Foi muito lindo", disse uma pessoa da plateia. 

Nas diversas culturas, novos paradigmas são lançados em função de novos conflitos irem surgindo ao longo da convivência, nem sempre harmoniosa, em sociedade.

Publicidade

Isso nos leva a pensar como inserir e introduzir na cultura dos homens, atualmente, tantas questões que antes não assolavam. A falta de compreensão sobre a diversidade de gênero deve ser debatida para os devidos esclarecimentos.  

O desfile cumpriu sua função de valorizar a diversidade de gêneros e principalmente de valorizar que, independente das formas que estão padronizadas e culturalmente pré-estabelecidas, cada expressão e individualidade tem seu lugar no mundo de hoje. #SPFW