No ano passado, a #Disney já havia anunciado a produção de um remake em live action de #Mulan. Agora, a empresa marcou a data de estreia do filme. Ele chegará aos cinemas em 2 de novembro de 2018.

As informações são de que o estúdio planeja uma busca global por uma atriz para interpretar a protagonista chinesa do filme. Esse assunto é delicado, pois, recentemente, um grupo de fãs criou uma petição pedindo à Disney que escolha atores asiáticos para o longa. O texto da petição foi publicado no The Petition Site, e a sua criadora, Natalie Molnar, aponta exemplos recentes de produções de Hollywood em que ocorreu o chamado whitewashing, que é quando a etnia de personagens é alterada para branca.

Publicidade
Publicidade

Entre as produções que passaram por esse polêmico processo, destacam-se: Ghost In The Shell, Doutor Estranho, Êxodo: Deuses e Reis e Peter Pan. O objetivo inicial da petição era reunir 95 mil assinaturas, mas como essa marca foi alcançada, a meta foi atualizada para 110.000 assinaturas. Até a publicação desta notícia, a petição já contava com mais de 104.700 assinaturas.

A versão animada de Mulan foi lançada em 1998, e conta a história de Hua Mulan, uma heroína chinesa que se disfarça de guerreiro para juntar-se a um exército exclusivamente masculino. A narrativa é contada no famoso poema chinês A Balada de Mulan, composto no século VII. Discutiu-se durante séculos se Hua Mulan realmente existiu, mas ainda hoje não é possível determinar se há ou não fundamento histórico no poema.

Publicidade

A Disney tem investido bastante em versões live action de vários de seus filmes de animação. Dentre os quais: Alice no País das Maravilhas (2010) - que já teve uma sequência lançada este ano -, Cinderela (2015) e Mogli – O Menino Lobo (2016). Além de Mulan, outros remakes já estão confirmados, como, por exemplo, A Bela e a Fera e O Rei Leão, dois grandes clássicos da animação Disney.

O roteiro da versão com atores de Mulan será escrito por Lauren Hynek e Elizabeth Martin. Os produtores serão Chris Bender e J.C. Spink. #Cinema