A Walt Disney Pictures anunciou no site oficial de “Star Wars” que a atriz britânica #Emilia Clarke fará parte do elenco como uma das protagonistas do filme ainda sem título, que contará o passado de Han Solo.

Clarke, que atualmente interpreta a personagem Daenerys Targaryen em “Game of Thrones” da HBO, interpretará uma personagem ainda não anunciada que vai contracenar com dois dos personagens mais populares na trilogia clássica de “#Star Wars”: Han Solo e Chewbacca.

A atriz já foi indicada para três Emmys por seu papel em “#Game of Thrones”, no cinema ela interpretou Sarah Connor em “O Exterminador do Futuro: Gênesis” e Louisa Clark em “Como Eu Era Antes de Você”.

Publicidade
Publicidade

Ela teria vencido a concorrência de Tessa Thompson (“Selma” e “Creed”), Naomi Scott (do vindouro “Power Rangers”), Kiersey Clemons (“Cloud 9: Desafio Final”), Jessica Henwick (“Game of Thrones” e Zoe Kravitz (“Mad Max: Estrada da Fúria”).

Emilia Clarke agora se junta ao elenco já anunciado que conta com nomes como Alden Ehrenreich que vai viver o jovem Han Solo e Donald Glover no papel de Lando Calrissian. O roteiro foi escrito por Jon e Lawrence Kasdan (esse último responsável pelos roteiros de “O Despertar da Força” e “O Império Contra-Ataca”) e terá direção de Phil Lord e Christopher Miller, mais conhecidos por “Uma Aventura LEGO”.

O filme se passará anos antes dos eventos ocorridos em “Star Wars - Episódio IV: Uma Nova Esperança”, assim como “Rogue One: Uma História Star Wars" que chegará aos cinemas brasileiros já no próximo dia 15 de dezembro.

Publicidade

Sua história acontece momentos antes do "Episódio IV" e mostrará a missão suicida dos rebeldes que pretendem resgatar um dos projetistas da Estrela da Morte, vivido por Mads Mikkelsen ("Hannibal").

Dirigido por Gareth Edwards do mais recente "Godzilla", o filme ainda conta com Felicity Jones ("A Teoria de Tudo"), Alan Tudyk ("Zootopia") e o ator indicado ao Oscar por "O Último Rei da Escócia", Forest Whitaker.

Ainda sem título, o filme de Han Solo estréia no Brasil em maio de 2018.