Uma carta descoberta recentemente, escrita por #John Lennon e Yoko Ono ao casal Paul e Linda McCartney, irá a leilão no próximo dia 17 de novembro. Pelo teor da carta, é fácil notar como estava complicada a relação da dupla pertencente a uma das maiores bandas das décadas de 60 e 70, os #beatles.

A carta não tem data, porém acredita-se que tenha sido escrita no início dos anos 1970. Ela é uma mistura entre datilografia e escritura à mão, indicada como sendo do próprio John.

O conteúdo

John Lennon começa a carta com: ''Caros Linda e Paul, estava lendo a carta de vocês e pensando que tipo de fã de meia idade e destemperado dos Beatles a escreveu [...]”.

Lá pelo meio da carta, John ressalta que a banda não foi a única em inovar no mundo musical, e que fizeram coisas erradas para chegarem onde chegaram, muitas vezes se comparando a verdadeiros Deuses (uma grande ironia, já que o próprio John disse certa vez que ‘Os Beatles eram mais populares que Jesus’), e continua dizendo que não se envergonha dos Beatles, e sim de algumas atitudes que tomaram, obedecendo regras para crescerem no mundo musical apenas para que se tornassem grandes.

Publicidade
Publicidade

Pelo texto, percebe-se que a relação entre John e Paul estava pesada, pois ele 'ataca' Paul e Linda por diversas vezes na carta.

A relação entre John e Linda

Ao final da carta, John se dirige à esposa de Paul dizendo que o próprio marido dela pediu para ele não dizer nada sobre seu afastamento da banda, alegando que Paul e Klein o convenceram de não revelar que tinha saído dos Beatles, com o intuito de não perder dinheiro com isso.

John ainda diz que a família dela causou problemas para a banda, se preocupando apenas com o que ganhariam com tudo isso. Assume que o dinheiro é importante, mas que não é tudo para ele.

O leilão da carta

A carta será leiloada pela internet, através do site RR Auction, nesta quinta-feira, dia 17 de novembro. O lance inicial é de US$ 2 mil, mas acreditam que ela deverá atingir um valor bem mais alto que esse, mesmo sendo recentemente descoberta, pois trata-se de um documento praticamente histórico, principalmente aos fãs dos músicos e da banda.

Publicidade

#paul McCartney