Como sabemos, a The Walt Disney Company é companhia internacional de criações de animações mais popular no mundo, porém a grande maioria de suas histórias são inspiradas em contos já existentes, como iremos mostrar hoje. A maioria destas histórias, entretanto, originalmente não possuem um enredo tão animado e feliz como a #Disney transmite - este artigo não se trata de uma crítica a companhia, todavia apenas tem a intenção trazer conhecimento aos leitores. Gostaríamos ainda de enaltecer o trabalho da mesma. Confira:

1- A pequena sereia

A #História original, criada pelo Dinamarquês, escritor e poeta de histórias infantis, Hans Christian Andersen, é muito diferente da conhecida animação de Ariel e sua turma.

Publicidade
Publicidade

No conto de Hans, a pequena sereia faz um acordo extremamente doloroso com a bruxa do mar, onde a mesma tem a sua própria língua cortada em troca de um par de pernas. Entretanto para desfrutar destes membros, a sereia sente como se estivesse andando em cima de facas afiadas, em cada passo que dá. Não obstante, o acordo ainda previa que ela morreria e se transformaria em espuma marítima caso o príncipe não se casasse com ela.

2- Cinderela

Neste conto, em particular, a Disney seguiu quase com perfeição o roteiro original. Entretanto "faltou" dizer que quando o príncipe aparece com o sapatinho, afim de achar sua futura esposa, uma das irmãs corta o calcanhar e a outra um de seus dedos do pé, na tentativa de fazer que o sapato as sirva.

Publicidade

3- Pocahontas

Uma das mais tristes histórias, dentre todas usadas pela Disney. Pocahontas se trata de uma história real, de uma jovem índia que foi raptada por colonos europeus e que, possivelmente, foi estuprada e posteriormente obrigada a se casar com um inglês. Ela morreu jovem, aos 22 anos.

4- Branca de neve

O conto original é alemão e foi criado pelos irmãos Grimms, nele basicamente conta que a rainha má nem desconfiava que a Branca de neve não havia morrido com a maçã envenenada. Diferentemente da animação da Walt Disney, que nos conta que Branca acordou após um beijo do príncipe, no conto original nos é relatado que a jovem não chegou a engolir o pedaço da maçã, mas que o mesmo ficou no meio de sua garganta e, posteriormente, saltou por sua boca quando a carruagem que carregava o seu caixão passou por uma pedra.

Publicidade

Branca e o príncipe se casaram e a rainha má, sem desconfiar de nada, foi convidada ao casamento e foi condenada a dançar com sapatos amaldiçoados até a morte.

5- O Corcunda de Notre Dame

Outra história muito triste, criada pelo escritor Victor Hugo. No conto original, que se passa na França de Luis XI - época onde a França era demasiadamente xenofóbica -, Esmeralda, uma linda cigana, é condenada a pena de morte por feitiçaria. Quasímodo, apaixonado, tenta resgatá-la, mas Frollo consegue a capturá-la. Neste momento Claudio Frollo tenta seduzir Esmeralda, mas é ignorado. Ele então a entrega aos guardas, posteriormente ela é novamente condenada à morte. Frollo e Quasímodo assistem à execução de Esmeralda, sem poder fazer nada. O corcunda, enfurecido, atira o padre de cima da catedral e some. Após a alguns anos, a sepultura de Esmeralda é aberta e um esqueleto, com uma visível deformação da espinha, é encontrado abraçado ao corpo de Esmeralda.

6- Rapunzel

Originalmente criado por Charlotte-Rose em 1698, a verdadeira história nos conta que o príncipe era cego e que estava vagando pela floresta, quando encontrou Rapunzel no topo de uma torre, trancada. Ela o ajudou a subir e lá, tiveram filhos gêmeos. A madrasta descobre a gravidez e tenta atirar o príncipe do alto da torre, entretanto o casal acaba matando a madrasta e vivendo felizes para sempre.