A espera para o público brasileiro acabou. A "Not In This Lifetime – Latin America 2016", que marca o retorno de três membros originais do Guns N' Roses, finalmente chegou ao país.

E a cidade de Porto Alegre foi a primeira no Brasil a presenciar o reencontro épico de Axl Rose (vocais), Slash (guitarra) e Duff McKagan (baixo), nesta terça-feira, 8 de novembro.

A apreensão do público era grande, pois os três integrantes não tocavam juntos fazia 23 anos e mesmo com informações vindas das outras apresentações realizadas no Peru, Chile e Argentina, ainda restava uma certa dúvida em relação à forma física e vocal de Axl Rose, assim como o entrosamento do vocalista com os ex-companheiros.

Publicidade
Publicidade

Mas os temores logo se dissiparam e transformaram-se em empolgação quando o Guns entrou no palco e desfilou um repertório recheado de clássicos, além de abordar todos os períodos da banda – inclusive o do contestado álbum “Chinese Democracy", em que apenas Axl restou da fase dourada da banda.

Já que o assunto é Axl Rose, ele demonstrou excelente forma física e vocal, diferentemente das últimas apresentações antes da reunião. Outro fato a ser destacado é que desta vez não houve os famosos e tradicionais atrasos da banda para iniciar as suas apresentações, ocasionados por acessos de estrelismo do vocalista.

Após a abertura dos brasileiros do Scalene, o Guns N' Roses subiu pouco antes das 21h30, horário previsto para o começo do show. Logo de cara conquistaram a plateia com a execução de "It's So Easy".

Publicidade

Axl mostrou-se empolgado com a recepção do público e corria por todo o palco. Um dos momentos de maior empolgação foi quando Slash começou a executar o início da #Música “Welcome To The Jungle”, considerada um dos maiores clássicos da banda, botando fogo de vez na apresentação numa noite também quente em Porto Alegre.

Notou-se, como nas apresentações anteriores pela América do Sul, que Axl e Slash não interagem no palco, mas nada que influencie na qualidade do espetáculo. O show intercalou momentos agitados com músicas mais calmas, como no caso de “Estranged” e “November Rain”, esta última com o vocalista tocando piano. O repertório não fugiu do apresentado no restante da turnê, contando com os tradicionais covers de "Live and Let Die", do The Wings, "Knockin on Heaven's Door", de Bob Dylan, entre outros, assim como os clássicos que a banda perpetuou no seu auge, como “Civil War” e “Sweet Child on Mine". O Guns N' Roses fechou a sua apresentação tocando “Don't Cry’, ‘The Seeker’ (cover do The Who) e “Paradise City”, deixando os presentes extasiados.

Publicidade

Além de Axl, Slash e Duffy, a banda é formada por Richard Fortus (guitarra), Frank Ferrer (bateria), Dizzy Reed (teclados) e Melissa Reese (teclados e sintetizadores).

O Guns parte agora para São Paulo, onde fará dois shows (dias 11 e 12 no Allianz Parque), seguindo para o Rio de Janeiro (dia 15 no Engenhão), Curitiba (dia 17 na Pedreira Paulo Leminski) e fecha a passagem pelo Brasil em Brasília (dia 20 no Estádio Nacional). #Gunsnroses #HardRock