A nova série com o selo #Netflix e a primeira produzida em terras brasileiras já está anunciada na plataforma de streamings de vídeos. A estreia de 3%, que acontece no dia 25 de novembro, já pode ser adicionado à "Minha Lista",que é como se fosse um favoritos dos usuários. Ao adicionar a série em sua lista, o usuário é avisado quando a série estiver no ar.

Veja o trailer oficial da série!

A série trata de uma distopia. Aí você me pergunta, outra distopia? Sim. Mas essa distopia nos chama a atenção por ser muito real, ser muito mais palpável do que as outras. Eu explico. Coisas como a competição, meritocracia, o "dê o seu melhor" são tratados dentro da série e são fatos bem atuais de nossa época e de nosso atual sistema, o capitalismo.

Publicidade
Publicidade

3%. Essa é a quantidade de pessoas que podem passar para o "lado de lá", o Mar Alto. O lado onde a vida é perfeita, onde não há desigualdades e um lugar que VOCÊ merece estar. Quem nunca ouviu frases como essas? “Se você trabalhar muito vai conseguir ter o que quer”. “Se você batalhar bastante vai ter uma vida perfeita”. “Se você se esforçar o bastante vai ter o que merece”.

Sim, a série tem como princípio falar sobre o mercado de trabalho para os jovens. 3% utiliza-se da distopia e da ficção científica para fazer uma alusão aos processos seletivos que os jovens têm de passar em busca do tão sonhado emprego.

Foi o que impulsionou Pedro Aguilera quando escreveu essa ficção, lá em 2009, bem antes das distopias adolescentes mais conhecidas por todos, como a trilogia Jogos Vorazes, lançada no Brasil só em 2010 ou a série Divergente, publicado em 2011.

Publicidade

Há um piloto da série no YouTube, com duração de cerca de 20 minutos, dividido em três episódios. O piloto, que foi feito para concorrer a um edital do Ministério da Cultura, em 2011, nos ajuda a entender um pouco mais sobre a nova série da Netflix.

Quando completam 20 anos de idade os jovens podem se inscrever para concorrer a uma vaga para o ‘Mar Alto’. Só podem participar da seleção apenas uma vez e o processo de escolha é conhecido por ser muito difícil e misterioso.

Roteirista de filmes como La Vingança, Vida de Estagiário, Copa de Elite e colaborador do roteiro do filme Os Homens São De Marte... E É Pra Lá Que Eu Vou, Pedro Aguilera é o criador da série 3% e abre um novo mundo para a ficção brasileira. Na direção da série encontra-se César Charlone, cineasta uruguaio radicado no Brasil.

Vale uma aposta na nossa série brasileira. A Netflix enxerga muito bem boas histórias, ou você duvida da escolha, por exemplo, de Black Mirror? Se você não sabe, as duas primeiras temporadas do "Espelho Negro" foram produzidas pela TV Britânica (Channel 4), em 2011. A Netflix gostou da pegada da série e resolveu investir nela, produzindo a terceira temporada.

3%, terá 7 episódios, e será o nosso "abre alas" para o mundo da ficção científica e das distopias para o mercado cinematográfico mundial. #3porcento