#Rita Lee Jones tem muita história para contar. Uma mulher artista, poderosa, destemida, ovelha negra, foi e continua sendo inspiração para muitas mulheres do mundo.

É uma mulher que não cabe dentro de sua própria personalidade, pode-se dizer que é uma coletânea de personagens muito bem elaborados, uma diversidade de atuação.

No livro "Uma Autobiografia", lançado pela Globo #Livros, Rita mostra sua vida e sua carreira com altos e baixos e nada escapa ao seu tom sarcástico. Expõe seus problemas com as bandas, aborto, internações por droga através de uma narrativa leve e descontraída.

O livro foi escrito pela própria cantora, que decidiu por não ter nenhum ghost writer para poder expressar suas próprias impressões, boas ou más.

Publicidade
Publicidade

Rita afirma que o processo de escrita serviu para exorcizar seus traumas, uma autoterapia curadora.

Na obra, Rita comenta seus problemas com os Mutantes, banda que ajudou a criar, a saída do grupo. Também comenta sobre os tempos da ditadura, quando era extremamente trabalhoso compor driblando palavras e siginificados.

A cantora ainda afirma que o que a deixa mais feliz é nunca ter vendido a alma para leis de incentivo fiscal, como a Lei Rouanet, e palanques políticos.

Mas ela deixa claro, a #autobriografia é sobre aquela Rita Lee que todos conhecemos, a mulher dos cabelos de fogo, que fazia shows e turnês pelo Brasil a fora. A Rita Lee de hoje não é mais assim, a cantora de cabelos brancos hoje prefere compor e adora a vida de dona de casa.

O que você provavelmente não sabia sobre a Rita Lee

  • Seu pai se chamava Charles Jones e era descendente de imigrantes norte-americanos.
  • Seu nome Lee é em homenagem ao General Lee.
  • O grupo formado por Rita Lee, Arnaldo Antunes e Sérgio Dias se chamava Os Bruxos. Porém, durante uma apresentação no programa O Pequeno Mundo de Ronnie Von, eles viram o apresentador com um o livro O Império dos Mutantes. Assim nasceu Os Mutantes.
  • Rita Lee foi uma das criadoras do Tropicalismo. Movimento cultural com influências na música brasileira e no pop internacional.
  • A música Esse Tal de Roque Enrow, do disco Fruto Proibido, foi composta com Paulo Coelho.
  • Em 1976, a cantora passou 15 dias presa por porte ilegal de drogas.
  • Rita foi apresentadora do programa TVLeezão, da MTV, e do Saia Justa, do canal por assinatura GNT.

Saiba onde encontrar o livro Uma Autobriografia

Título: Uma Autobiografia

Autora: Rita Lee

Editora: Globo Livros

Preço: R$ 49,90

Onde comprar: Livraria Cultura