Desde que a 7ª arte (#Cinema) foi criada pelos irmãos Lumière, essa passou a ditar normas e modelos de comportamento, mexendo com o imaginário de milhões e milhões de pessoas ao redor do mundo e isso não é exceção com a nova produção norte-americana do longa metragem que será lançado no próximo ano, “A Bela e a Fera”, filme que está sendo aguardado com o máximo de expectativa e #Curiosidade, transcorridos tantos meses em que ficou escondida debaixo de sete chaves, como um verdadeiro segredo de Estado.

Na realidade essa recriação do clássico original do brilhante Walt #Disney, continua a valorizar a primeira produção da trama, mas que nem por isso é menos emocionante ou pungente.

Publicidade
Publicidade

Especificamente no dia 14 de novembro, foi liberado ao público o trailer oficial do filme que retrata o relacionamento romântico da humilde camponesa interpretada pela talentosa atriz Emma Watson com o príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira, vivido por Dan Stevens. Outros integrantes de peso do elenco são Luke Evans, Emma Thompson, Kevin Kline, Ian McKellen, Ewan McGregor, Audra McDonald, Gugu Mbatha-Raw, Josh Gad e Stanley Tucci. A data que pré-agendada para estreia do filme nos cinemas é de 16 de março de 2017, sendo o longa-metragem dirigido pelo competente Bill Condon.

Como todo conto infantil que inspira um filme no cinema, pode ser dito que a saga se inicia com a famosa frase “era uma vez” uma feiticeira que percebeu que um bonito príncipe era extremamente egoísta e por isso, o amaldiçoa fazendo com se transforme fisicamente em uma fera medonha.

Publicidade

Logo depois da magia cruel, uma rosa com poderes especiais é deixada pela mulher, que é o objeto que direciona todo o tempo do filme, ou seja, se no meio trama, a última pétala da rosa mágica cair e o príncipe não obter sucesso de encontrar alguém que o ama verdadeiramente, ele ficará na forma da fera terrível para sempre.

É justamente nesse contexto que a vida de Bela, uma camponesa graciosa que mora com o pai em um povoado próximo, mesmo sem que ela tenha consciência disso, começa a se contrapor com a maldição que vitimou a Fera ou o príncipe até então egoísta.

Por outro lado, maiores revelações sobre essa produção mais do que especial e cativante terão de ser vistas pessoalmente no lançamento da mesma no ano que vem, onde as pessoas ficarão envolvidas em um universo de magia, lições práticas de relacionamentos afetivos, crises de raiva, tolerância ao diferente e outras características não muito aceitáveis nas pessoas, mas que todos têm um pouco. Se gostou do trailer, da expectativa em torno do lançamento e se acredita que irá se surpreender, não deixe de fazer o seu comentário sobre o texto, compartilhando com todos o que achou.