A série de TV americana “The Big Bang Theory”, iniciada em 2007, já é uma das séries de maior sucesso mundial. Atualmente em sua nona temporada, bate recordes de audiência a cada ano, mostrando como os fãs são apaixonadas por seus personagens e suas histórias. Mas como ela se tornou esse sucesso gigantesco de repercussão mundial? E quais foram suas consequências?

A figura do "#nerd" na sociedade sempre foi a daquela pessoa anti-social, muito inteligente mas com poucas aptidões de convivência social. Mas como retratar tudo isso numa série de comédia? Simplesmente usando a fórmula de desmistificar aquilo que o "nerd" significa e representa para a sociedade.

Publicidade
Publicidade

Para quem já assistiu à serie e se autointitula um "nerd", logo de cara se identifica com várias passagens que os personagens enfrentam ao longo dos capítulos. Por exemplo, como lidar com uma garota linda (no caso dos meninos), problemas com os pais (que não sabem como gerir as capacidades de seus filhos, ou são eles próprios "nerds"), ou ir a uma feira geek. Mas a grande sacada foi mostrar como os nerds têm um grande senso de humor, e que sim, sabem ser engraçados, e sabem mostrar que conseguem contornar as mais diversas situações do nosso dia a dia.

Orgulho "nerd"

Podemos dizer que foi criado assim o movimento orgulho nerd. Terem orgulho de ser inteligentes, de saber sobre séries, filmes, jogos e quadrinhos, de se vestir com os logos e fotos de seus personagens favoritos, e não ter vergonha nenhuma disso.

Publicidade

Esse paradigma foi quebrado, e assim podemos avistar, nas ruas, que esse movimento veio para ficar. Na moda, na musica, nas lojas, nas ruas, em qualquer lugar podemos encontrar algo "nerd".

E fazendo uma breve reflexão, percebemos então que sempre fomos "nerds", sempre tivemos um filme que marcou nossas épocas e vidas, um jeito de se vestir mostrando que gostamos daquilo e como impactou em nossas vidas. Seja retrô ou atual, ser "nerd" nunca é uma moda, é um jeito de viver, mas que veio para ficar; ser nerd é ser feliz, é ser confiante do que se gosta e não ter vergonha nenhuma de assumir isso.

Portanto, você, "nerd" assumido ou não, saiba que existem muitas pessoas que gostam do mundo nerd, basta ter uma conversa rápida pelas ruas, pelas feiras e até com crianças que demonstram felicidade com seus personagens favoritos. Obrigado "The Big Bang Theory” por nos mostrar como é bom ser nerd, e termos sucesso como seus personagens têm.

Veja as declarações da atriz Mayim Bialik (Amy Farrah Fowler, no seriado) sobre esse tema. Desde criança, ela sempre se sentiu nerd, e por isso essa personagem foi bem especial para ela (vídeo em inglês):

#TheBigBangTheory