Confirmando uma série de rumores que aterrissaram na Internet nas últimas semanas, o ator/diretor norte-americano #Ben Affleck divulgou que não irá mais dirigir a próxima adaptação cinematográfica do homem-morcego, intitulada temporariamente de “The #Batman”.

Mas, ao que parece, a decisão não terá tanto impacto assim na produção, já que Affleck continua na linha de frente como ator principal e também como produtor.

Em nota publicada no site da revista Variety, Affleck justificou sua decisão: “Há certos personagens que têm um lugar especial nos corações de milhares de pessoas. Realizar este papel exige foco, paixão e a melhor interpretação que posso dar. Ficou claro que eu não posso assumir os dois trabalhos no nível exigido”, disse.

Sobre a parceria com o Warner Bros., o ator acrescentou: “Junto com o estúdio, decidi encontrar uma parceria com um diretor que irá colaborar comigo nesse filme gigantesco. Ainda estou no projeto e vamos fazê-lo, mas estamos em busca de um diretor. Continuo extremamente comprometido com este projeto e espero trazê-lo à vida para os fãs de todo o mundo”.

Publicidade
Publicidade

Logo em seguida, uma nota de apoio a Affleck foi divulgada pelo estúdio: "Warner Bros. apoia plenamente a decisão de Ben Affleck e continua comprometida em trabalhar com ele para trazer à vida um filme único de Batman".

O próximo passo lógico após essa notícia é a busca por um novo diretor e já há boatos de que existe uma lista com pelo menos quatro nomes sendo considerados tanto por Affleck quanto pelo estúdio. Essa lista seria encabeçada por Matt Reeves, diretor de “Planeta dos Macacos: A Guerra”, que chega aos cinemas em julho.

Melhor Batman

Considerado por muitos um ator mediano, Ben Affleck é um profissional bastante respeitado nos bastidores de Hollywood. Começou sua carreira de ator em um comercial do Burger King, quando tinha apenas 12 anos, mas ficou conhecido mundialmente depois de escrever em parceria com o amigo Matt Damon o roteiro de “Gênio Indomável”, que teve direção de Gus Van Sant e Robin Williams como ator principal.

Publicidade

“Gênio Indomável” lhe rendeu um Oscar de Melhor Roteiro Original em 1998 e, a partir, daí sua carreira de ator decolou e Affleck estrelou e participou produções de grande orçamento e apelo popular, como “Armagedom”, “Shakespeare Apaixonado”, “Pearl Harbour” e “Demolidor: O Homem Sem Medo”.

Mas foi somente em 2007, quando escreveu e dirigiu “Medo da Verdade”, que o ator ganhou de fato o respeito do público. Amy Ryan foi indicada ao Globo de Ouro e ao Oscar como atriz coadjuvante e o filme colecionou indicações e prêmios em festivais.

Seguindo firme em sua ascensão como diretor, Affleck estrelou, produziu e dirigiu em 2010 o elogiadíssimo “Atração Perigosa” e, apenas dois anos depois, arrebatou tanto o Globo de Ouro como o Oscar de Melhor Filme.

Em meados de 2013, quando foi divulgado como o ator que seria o novo Batman no #Cinema, uma onda de reclamações e até protestos se instaurou nas redes sociais.

Depois que “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” estreou nos cinemas, Affleck foi muito elogiado e até considerado por muitos o melhor homem-morcego do cinema, a despeito das críticas negativas que o filme recebeu, e repetirá o papel em “Liga da Justiça”, que chegará aos cinemas em novembro.

Publicidade