O Centro de Estudo da Mulher na Televisão e no #Cinema divulgou nesta semana que 29% dos 100 filmes com melhor bilheteria em 2016 foram protagonizados por mulheres, 7% a mais que em 2015. Em longas-metragens em que homem e mulher possuem a mesma relevância, o número é de 17%. Em películas onde existem diversos protagonistas, as mulheres estão em 37% das produções.

Esta lista não conta com filmes estrangeiros, apenas de produção norte-americana, sejam de grandes estúdios ou independentes, e considera protagonista como um personagem que possui sua perspectiva da história contada.

Nas questões de gênero dos longas-metragens, as mulheres protagonizaram, principalmente, comédias, dramas e terror (28%, 24% e 17%, respectivamente).

Publicidade
Publicidade

"As Caça-Fantasmas", com Kristen Wiig, Melissa McCarthy, Leslie McKinnon e Leslie Jones no elenco, foi um dos filmes citados na lista, assim como "A Chegada" (indicado a oito Oscar, incluindo Melhor Filme) e "Rogue One: Uma História Star Wars", com Felicity Jones no elenco.

Os homens, em outro espectro, protagonizaram mais dramas (30%), filmes de ação (também 30%) e comédias, com apenas 17%. O lado negativo mostrado pelo estudo da representação na área cinematográfica é que apenas 7% dos filmes foram dirigidos por mulheres. Funções mais técnicas, como a de direção fotografia, apresentam números bem menores.

Representação

Outro fator que não é tão positivo é a falta de representação racial. Do total, 76% das mulheres que atuaram nos filmes eram brancas, enquanto somente 14% eram negras, 6% asiáticas e apenas 3% são de origem hispânica.

Publicidade

No quesito idade, as mulheres entre 20 e 30 anos representam, respectivamente, 23% e 32% das personagens. Homens, por outro lado, interpretaram papéis mais velhos, representando 31% aqueles com 30 anos, e 30% os com mais de 40 anos.

Sobre os objetivos dos personagens, 75% dos personagens masculinos estavam relacionados ao trabalho, contra 54% das mulheres. Na vida pessoal, 46% das personagens femininas viveram este tipo de enredo, e apenas 25% dos homens tiveram esta trama. #Hollywood