Ontem foi dia de festa para a equipe de “#Joaquim”, em Berlim. Atores, diretores e produtores estiveram presentes na renomada premiação europeia e assistiram juntos ao filme, que concorre ao prêmio máximo, caracterizado pelo famoso urso de ouro. Em sua 67ª edição, o festival começou no dia 9 de fevereiro e segue até o próximo domingo, dia 19.

O longa narra os acontecimentos que levaram o simples dentista Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como #Tiradentes, a se tornar o líder da Inconfidência Mineira, um dos principais movimentos da época do Brasil Colônia. No elenco estão os atores Júlio Machado, Nuno Lopes, Rômulo Braga Nunes e Diogo Doria.

Publicidade
Publicidade

Marcelo Gomes comanda o roteiro e a direção.

Outras produções nacionais também ganharam notoriedade. Na mostra Panorama, participam os filmes “Como nossos pais”, “Pendular” e “Vazante”. Já na mostra Geração estão “Não devore meu coração”, “Mulher do pai” e “As duas Irenes”. Representando os curtas metragens temos “Está vendo as coisas”, “Em busca da terra sem males” e “Vênis – Filó, a fadinha lésbica”. Na seção Documentários participa “No intenso agora”, enquanto “Rifle” marca presença na mostra Fórum.

Este é ano recorde de filmes brasileiros presentes no festival. Em outros dois momentos o Brasil ganhou o urso de ouro: Há 16 anos com Central do Brasil, de Walter Salles e em 2008 com Tropa de Elite, de José Padilha.

Protesto políticos

Após o ato contra o impeachment da ex- presidente Dilma Rousseff no festival de Cannes feito pela equipe de “Aquarius” no ano passado, agora foi a vez do #Festival de Berlim receber protestos.

Publicidade

Alguns espectadores que prestigiaram a exibição de "Joaquim" aproveitaram o momento para se manifestarem politicamente, através de cartazes e gritos “Fora Temer”. Durante a entrevista coletiva, realizada após a sessão, o diretor Marcelo Gomes discursou sobre o atual governo usando as palavras “ilegítimo” e “golpe parlamentar” para classificá-lo. Marcelo ainda leu em inglês um manifesto, assinado por mais de 300 profissionais do mercado audiovisual, pedindo a permanência das políticas de incentivo ao cinema nacional.

No total serão exibidos 24 filmes de todo o mundo, sendo que 18 disputam o prêmio máximo. O grupo de jurados é comandado pelo diretor de “Instinto Selvagem”, Paul Verhoeven. No sábado, dia 16 de fevereiro serão revelados os vencedores das 13 categorias.