Uma das obras mais lindas de Victor Hugo, sensação dos palcos, vista por mais de 70 milhões de pessoas e adaptada para 44 países ao redor do mundo, o espetáculo '#Les Misérables' volta ao Brasil para temporada no #Teatro Renault. O #musical que inaugurou o tradicional teatro da capital, reestreia em novo formato no próximo dia 10.

Na versão brasileira, os eternos Jean Valjean, Javert, e Marius serão interpretados por Daniel Diges, Nando Pradho e Filipe Bragança. Os atores explicam que a experiência de dar vida à esses personagens ícones do teatro mundial é uma honra. Daniel, que não é brasileiro, conta que saiu de seu país natal, e fez aulas de língua portuguesa para encarnar com maestria o personagem nos palcos.

Publicidade
Publicidade

"Já fiz 'LeMis' na Espanha e foi um sucesso, nunca imaginei que viria para o Brasil, mas topei o desafio por saber que isso tudo mudaria minha vida e é uma honra", fala.

Comparada com a revolução política e pela forte crise econômica pelo qual o Brasil passa atualmente, lembrando a situação da França no espetáculo, os diretores são firmes ao dizer que embora lembre muito toda a revolta vivida pelos brasileiros, o espetáculo não é baseado e não tenta trazer uma força política para o palco explicitamente, apenas arte. A atriz Andrezza Massei, que interpreta Madame Thérnardier, conta que 'Les Misérables' não é uma história de dor e morte e sim de esperança. "Os personagens sofrem muito, sim, mas ao mesmo tempo eles evoluem. Não é uma história de dor, ou drama, é uma história de esperança", finaliza.

Publicidade

Produção que inspirou o longa vencedor de três Oscar e três Globos de Ouro, chega ao Brasil após temporada de 25 anos na cidade de Londres, na Inglaterra - o que o tornou recordista como musical que já ficou mais tempo em cartaz num teatro. 'Les Misérables', além disso volta à São Paulo, após 16 anos, já que a produção original do espetáculo inaugurou o Teatro Renault, palco em que a peça cumprirá temporada de março a julho de 2017. "O espetáculo é um ícone dos musicais. Muito apreciado e premiado. São Paulo merecia receber tudo isso novamente", conta Claudio Botelho, responsável pela versão brasileira da produção.

Les Misérables inclui as canções clássicas "I Dreamed a Dream", que ficou famosa na voz da participante do Got a Talent, Susan Boyle, "On My Own","Stars", "Bring Him Home", "Do You Hear The People Sing?", "One Day More", "Empty Chairs at Empty Tables", "Masters of the House” e muito mais.

Sinopse

O musical conta a história de um prisioneiro que após 19 anos é colocado em liberdade, mas que descobre que precisa mostrar um bilhete que o deixa malvisto perante à sociedade.

Publicidade

Somente o bispo Digne, com sua bondade o recebe, e Valjean o rouba. Com remorso, decide mudar de vida e se mudar de cidade. Nesta mudança, alguns anos depois ele se torna prefeito e dono de uma fábrica, onde trabalha Fantine, uma mulher que fica grávida e é julgada por suas companheiras de trabalho que exigem sua demissão. Com isso, ela se torna prostituta e corta os cabelos para sustentar sua filha, Cosette. Já no segundo ato, o musical finaliza contando a história dos estudantes revolucionários que lutam e morrem contra a Revolução Francesa. A história se passa em meados de 1830.

Serviço: 'Les Misérables'

Local: Teatro Renault - Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista, São Paulo – SP

Sessões: quintas e qextas, às 21h, sábados, às 16h e 21h, e domingos, às 15h e 20h.

Capacidade: 1.530 lugares. Assentos: O teatro conta com 16 assentos para deficientes físicos e 11 para pessoas obesas.

Classificação etária indicativa: Livre. Menores de 12 anos: permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsáveis legais.

Estacionamento: O teatro não possui estacionamento próprio.

Ingressos: De R$ 25 a R$ 330 - Disponíveis e à venda no site da Tickets For Fun e nas bilheterias do teatro.

Temporada: de 10 de março até 30 de julho.