Uma produção cinematográfica vai contar a história de implantação do #Plano Real, que está prestes a completar 25 anos. O trailer, lançado nesta segunda-feira (20), já pode ser visto no YouTube e, como era de se esperar, a notícia sobre o filme gerou alvoroço nas redes sociais. O assunto figurou entre as trending topics do Twitter.

Os comentários sobre a produção mostram que a opinião do público é bem heterogênea, mas, o tema aponta também para a rivalidade entre "coxinhas" e "mortadelas". Os primeiros criticam o filme e o classificam como eleitoreiro, por promover Fernando Henrique Cardoso (FHC) e o PSDB. Já os "coxinhas" elogiam o enredo e afirmam sentir saudades dos tempos do Plano Real, quando havia estabilidade econômica.

Publicidade
Publicidade

Confira as opiniões manifestadas em alguns dos Tweets:

Sem previsão de lançamento

Apesar de o trailer estar "bombando" nas redes sociais, ainda não existe uma previsão sobre quando "Real - o Plano por trás da história" será lançado oficialmente.

Publicidade

A produção, baseada no livro do jornalista Guilherme Fiúza, "3000 Dias no Bunker", conta a história que antecedeu a implementação do Plano Real no Brasil, no governo do então presidente Itamar Franco.

Com direção de Rodrigo Bittencourt e coprodução da Maristela Filmes, o filme mostra a trajetória da equipe econômica de Itamar, liderada pelo então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, entre 1993 e 1994.

Na época, FHC fechou-se em uma espécie de “bunker”, para planejar ações que tinham como objetivo reformar o Estado brasileiro, derrubar a alta inflação e criar uma nova moeda para o país.

Na produção, o ator Emílio Orciollo Neto interpreta Gustavo Franco, que é retratado como o protagonista de todo o trabalho realizado. Franco é caracterizado como um jovem economista arrojado e destemido.

O elenco ainda é composto por Fernando Eiras (Winston Fritsch), Giulio Lopes (Edmar Bacha), Tato Gabus Mendes (Pedro Malan), Guilherme Weber (Pérsio Arida), Wladimir Candini (André Lara Resende) e Carlos Meceni (Clóvis Carvalho).

Publicidade

Para viver os ex-presidentes Itamar e FHC, os atores escalados foram, respectivamente, Bemvindo Sequeira e Norival Rizzo.

Assista ao trailer do filme:

#coxinhas e mortadelas #filme sobre Real