A Última Aventura de Robin Hood (2013) é um longa-metragem dirigido por Richard Glatzer. A história conta o intenso e tórrido romance entre o astro decadente da era de ouro de Hollywood Errol Flynn e a bela jovem aspirante à atriz Beverly Aadland.

O filme começa retratando momento conturbado da morte de Errol em outubro de 1959. Vítima de um ataque cardíaco, ele deixou um legado para o #Cinema, sendo considerado uma das figuras mais controversas de Hollywood. Mostra ainda os conflitos com a sua herança disputada pelas ex-esposas e a jovem Beverly.

Em 1959, a bela Beverly Aadland era uma jovem dançarina e estudante de teatro em busca do sucesso.

Publicidade
Publicidade

Ela conheceu casualmente Errol Flynn em uma das suas idas aos estúdios para suas aulas. Encantado com a beleza da jovem, a convidou para jantar em sua casa. Mas, o que seria um jantar acabou em um estrupo de vulnerável.

Ele descobriu logo depois que Beverly tinha apenas 15 anos se idade e era virgem. Passado o decepcionante momento vivido pela garota, ele acabou se apaixonado por ela de verdade, tentando de todas as formas se declarar e dizer o quanto se arrependia pelo ocorrido.

Beverly era filha de Florence Aadland, uma ex-dançarina que teve seu sonho interrompido por uma acidente ainda na juventude, tendo a perna direita amputada. Quando Beverly nasceu, decidiu fazer o que fosse possível para torná-la a estrela que não conseguiu ser.

Por ser menor de idade, Beverly alterou seus documentos para ficar mais velha na chance de obter papéis adultos em filmes que ela viria a fazer.

Publicidade

Mesmo sabendo disso, Errol decidiu transformá-la em uma grande estrela, fazendo com que ela e a mãe abram mão de sua tranquila vida na Califórnia, nos Estados Unidos, para viver ao lado dele rodeando pelo mundo e tendo a oportunidade de viver intensamente entre festas, viagens e outras diversões.

Errol mantinha segredo sobre sua frágil saúde, medicando-se com todos os remédios possíveis para aparentar que estava bem. Mesmo a sua parceira não obtendo o sucesso que ele esperava devido a objeções de outros diretores, resolveu produzir um filme documentário independente chamado Cuban Rebel Girls, com a atuação de Beverly no papel principal. A produção obteve uma certa popularidade na época.

Pressentindo a morte estava perto, deixou uma carta para amada, que escreveu de próprio punho sobre as mudanças que deveriam ser feitas em seu testamento para beneficiá-la quando o pior acontecesse. Mas, não deixou nada assinado ou testemunhado para constar que realmente a carta era verdadeira.

Em outubro de 1959, Errol morreu devido um ataque cardíaco.

Publicidade

Depois desse incidente, a imprensa americana acusou Beverly de ser uma aproveitadora, transformando a vida dela em um verdadeiro caos.

Sua mãe decidiu publicar um livro em colaboração com um amigo escritor contando sobre suas experiências ao lado de Errol, para desgosto da filha que se encontrava sob tutela do estado por ser menor de idade. Beverly decidiu cortar os laços com a mãe, vindo a perdoá-la em seu leito de morte anos mais tarde.

Beverly Aadland faleceu em 2010, aos 67 anos. Durante toda sua vida preferiu o conservadorismo, nunca revelando nada que ocorreu na sua relação com Errol Flynn.

No elenco está uma luminosa Dakota Fanning no papel de Beverly e atores de prestígio, como Kevin Kline, que aparentemente é idêntico a Errol, e Susan Sarandon brilhante no papel de Florence, uma mãe dedicada e também ambiciosa.