Uma das afirmações que as pessoas ouvem desde crianças e que causa certa reflexão até mesmo naquelas mais otimistas do mundo é de que “a vida é dura”. Cada situação, mesmo que negativa pode ser amenizada e servir para mudar alguns conceitos, mas isso varia de acordo com o ponto de vista de cada pessoa. Para o paulistano João Gabriel Brene, o J.G. Brene, autor dos livros da trilogia do herói Johnny Bleas, a vida pode ser mais leve com a leitura dos livros de fantasia.

Para o escritor, esses livros podem levar o leitor a mundos de magia, como a série de Harry Potter, Crônicas de Nárnia e as aventuras de Johnny Bleas (Novo Mundo e Núcleo da Montanha).

Publicidade
Publicidade

“É uma maneira de colocar emoção em nossa vida tão turbulenta”, comenta. Publicado pela Editora Pandorga, a trilogia chega à terceira edição ainda esse ano.

Brene destaca que os aficionados por livros de fantasia acabam encontrando algo de mágico quando buscam pela ficção nas livrarias e bibliotecas. “O leitor está ávido por encontrar um bom livro de ficção, mas no meio do caminho acaba se deparando com a magia encontrada em bons livros”.

Para quem acompanha as aventuras de seu herói Johnny Bleas, que retrata a relação intrigante entre dois irmãos totalmente diferentes em relação às suas personalidades – unidos apenas pelo sangue – percebe uma ligação muito forte dentro um universo mágico, onde a aventura está presente. Cada um seguiu caminhos diferentes, talvez forçados pelas circunstâncias da vida e ainda não se conhecem, mas agora todos os mistérios serão revelados para o povo de Asterium e todos os leitores.

Publicidade

“Aquelas perguntas que intrigam os leitores desde o primeiro livro da trilogia serão respondidas agora nessa aventura recheada de magia e mistérios”, adianta o escritor referindo-se ao livro final “Johnny Bleas – O Herdeiro de Asterium”.

João Gabriel Brene frisa que o terceiro livro da série não se resume a apenas um livro de fantasia, porque carrega todos os ingredientes de uma leitura prazerosa. Talvez, segundo ele, seja um momento único para os fãs da trilogia, pois os leitores serão levados para grandes cidades medievais e poderão refletir sobre temas recorrentes como a formação do caráter humano, a transcendência da alma e outras questões do cotidiano. “Pude sentir ao longo dos meses em que me debrucei sobre essa obra final da trilogia de que Johnny Bleas – O Herdeiro de Asterium, é um dos livros de fantasia mais esperados do ano”, finaliza J.G. Brene. #escritores #Fantasia, #Literatura