A morte do cantor e compositor cearense Belchior, falecido neste domingo, dia 30, causou comoção entre seus fãs e entre celebridades. Belchior tinha 70 anos de idade e morreu na cidade de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Antigo parceiro de composições de #Belchior, o também músico cearense Fagner deu uma entrevista ao canal Globonews, onde falou sobre a partida do amigo. Em sua declaração, Fagner disse não ter tido contato com Belchior nos últimos anos, mas relembrou da época em que eram “parceiros fiéis”. O músico também lamentou a perda de “um grande poeta”, considerando seu legado “importantíssimo”.

Publicidade
Publicidade

Vereador da cidade de São Paulo, o político Eduardo Suplicy (PT) também manifestou pesar com a morte de Belchior. Através de suas redes sociais, Suplicy prestou solidariedade à família e aos fãs do músico, declarando que suas canções “foram tão cantadas por todas e todos nós”.

Em seu Twitter, o ator Bruno Mazzeo também se manifestou sobre a partida de Belchior. Em sua conta na rede social, o filho de Chico Anísio - que era grande amigo de Belchior - celebrou o legado do músico cearense. "Viva Belchior! Dos grandes! Uma salva de palmas!", postou.

Outras personalidades como os músicos Guilherme Arantes, Leoni e Humberto Gessinger, o apresentador Serginho Groisman, o deputado Marcelo Freixo, entre outros, também lamentaram o falecimento do músico cearense. Governador do Ceará, Camilo Santana declarou três dias de luto oficial.

Publicidade

#MPB #Música