Lana Del Rey recentemente lançou o single intitulado ''Love'', que fará parte do seu quinto trabalho de estúdio, Lust for Life, com lançamento para este ano.

Desde sua explosão, em 2012, a nova-iorquina Elizabeth Grant conseguiu seu espaço na indústria fonográfica, com seu talento explicitamente autêntico. Dona de uma voz melancólica e ao mesmo tempo sensual, Lana Del Rey poderia ser a filha de uma combinação entre Nancy Sinatra e Lou Reed.

Lana assinou seu primeiro contrato em 2007, na época seu nome artístico era uma associação ao seu verdadeiro nome. Conhecida apenas como Lizzy Grant, que além de cantar, foi modelo e roteirista.

Publicidade
Publicidade

Depois de um evidente sucesso apenas em clubes de Nova York, após alguns contratempos com a gravadora 5 points para qual estava trabalhando, resolveu cancelar seu contrato. Assinando em 2011 com a Interscope e a Polydor.

O sucesso veio com o álbum Born to Die (2012), depois que o videoclipe da canção ''Video Games'' viralizou de forma inesperada, fazendo todos se perguntarem: Who's that girl?

Além desta canção, outras ganharam notoriedade, como: ''Summertime Sadness'', ''Blue Jeans'', ''National Anthem'' e a faixa-título. O álbum ainda ganhou uma versão deluxe intitulado Paradise, incluindo o sucesso ''Ride'' e uma releitura da canção ''Blue Velvet''. Em 2013, contribuiu com a elogiada canção ''Young and Beautiful'' para a trilha sonora do filme 'O Grande Gatsby' e lançou seu curta-metragem 'Tropico'.

Publicidade

Em 2014, lança seu segundo álbum, Ultraviolence. Seguindo o mesmo estilo do seu trabalho anterior com as canções ''West Coast'', ''Shades of Cool'' e ''Brooklyn Baby''. Sempre reinventando a estética da sua imagem junto aos seus videoclipes.

Honeymoon (2015) seu último trabalho de estúdio foi muito elogiado pela crítica por não conter o sentimento de dor excessivo em seus trabalhos anteriores. O álbum emplacou os sucessos ''High by the Beach'', ''Music to Watch Boys to'' e a lenta ''Freak''.

Lana Del Rey surpreende o público pela sua estética musical trabalhada em cima do melancolismo, e visualmente inspirado em um filme noir. Como também uma forte inspiração nas cantoras da década de 50, como Billie Holiday e Nina Simone. Lana é muito comparada a cantora Nancy Sinatra, filha de Frank Sinatra. Apesar de suas apresentações musicais deixar à mostra uma voz ofegante e as vezes desafinada, ainda assim é uma boa vendedora de discos e com uma grande legião de seguidores no mundo todo.

Com duas turnês na bagagem, fez sua primeira apresentação no Brasil em 2013. Com quatro shows, divididos entre Rio, São Paulo e Belo Horizonte. Em São Paulo, foi uma das atrações principais do Planeta Terra Festival. #Música