#mãe é mãe e só tem uma. Não é tarefa fácil, elas são as primeiras a acordar e as últimas a dormir. São professoras, enfermeiras, lavadeiras, cozinheiras, cabeleireiras, meteorologistas, psicólogas etc. O salário é o sorriso dos #Filhos. Confira a lista de cinco filmes que mostram bem esta incoerência e amor maternal:

Minha Mãe É Uma Peça (2012)

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma típica mãe brasileira, que fala alto, faz os filhos passarem vergonha e que não tem papas na língua, mas que ama os filhos acima de tudo. O #Filme retrata os dilemas entre pais e filhos com muito humor. São os filhos chegando em idade adulta, que acham que não precisam mais da mãe e quando se veem longe dela, ficam quase loucos.

Publicidade
Publicidade

Minha Mãe É Uma Peça 2 (2016)

O filme já tem a continuação, que fala sobre a síndrome do ninho vazio. Os filhos vão embora e Dona Hermínia tem que reaprender a viver sem ter alguém para cuidar. Dá pra fazer uma maratona com estes dois filmes juntinho da sua mãe. Vocês vão chorar e rir juntos.

Um Doce de Mãe (2012)

Dona Picucha (Fernanda Montenegro) é um doce de mãe. Aposentada, viúva vive sozinha no seu apartamento junto com uma empregada, que resolveu casar e ir embora. Os filhos dela ficam apavorados, mas Dona Picucha adora a ideia de ficar sozinha. Este filme retrata bem aquela frase que "uma mãe pode cuidar de dez filhos, mas dez filhos não podem cuidar de uma mãe". O filme virou série na Rede Globo, e a atriz Fernanda Montenegro ganhou o Emmy como Melhor Atriz.

Minha Vida em Outra Vida (2006)

Este filme conta uma história de outras vidas.

Publicidade

Ele é lindo. Conta a história de uma mulher que sonha com uma vida na qual mora em outro lugar, tem cinco filhos e um marido. Mas não é a sua vida.

Os sonhos se repetem e ela começa a investigar e descobre que a tal cidade existe e que os lugares que ela sonha são lugares por onde ela passou em outra vida. É emocionante do início ao fim, mostrando o tamanho do amor de uma mãe, que dura até depois da morte.

Que Horas Ela Volta? (2015)

Este filme conta a história de Val (Regina Casé), uma pernambucana que se mudou para São Paulo para trabalhar como empregada doméstica e sustentar sua filha Jéssica (Camila Márdila), que ficou no Nordeste. Jéssica vai ao encontro da mãe 13 anos mais tarde em busca de melhores condições e para prestar vestibular. A relação das duas não é fácil. É um filme bom para pensar no verdadeiro valor das pessoas e das coisas que nos cercam e o que realmente vale a pena.