Um grande presente para os fãs de Os Trapalhões vêm sendo preparado e provavelmente será melhor recebido pelo público do que o remake que a Rede Globo está produzindo. E esse presente chegará as telonas em 2019: #Mussum, o Filmis. O filme contará a história do mais carismático dos Trapalhões, desde a infância pobre nos morros do Rio de Janeiro, passando pela carreira de sambista no grupo Originais do Samba até se tornar um dos melhores humoristas da televisão e do #Cinema brasileiro.

O roteiro é baseado no livro “Mussum Forévis: Samba, Mé e Trapalhões”. lançado em 2014 pelo jornalista Juliano Barreto. Paulo Cursino, que assinou as séries "Sob nova direção" e o clássico "Sai de baixo", será o roteirista.

Publicidade
Publicidade

Ele também é conhecido por ser o roteirista da franquia "Até que a sorte nos separe".

Já a direção ficará a cargo de Roberto Santucci, também do filme “Até que a Sorte nos Separe”. O diretor espera retratar a história do artista de uma maneira divertida e grandiosa, com pitadas de drama e o humor peculiar do personagem principal da trama.

Quem fará o Mussum no cinema?

Essa é uma pergunta que muitos fãs se fazem por se tratar de um artista que não tem imitadores, como é o caso do Zacarias, por exemplo. Mas o nome do ator já foi definido pela produção do filme. É o ator Ailton Graça que dará vida a Antônio Carlos Bernardes Gomes, ou simplesmente o "Mumu da Mangueira".

A infância e juventude de Mussum serão retratadas por outros dois atores, que ainda não foram confirmados no elenco. Didi, Dedé e Zacarias também estarão no filme e seus respectivos intérpretes ainda não foram escolhidos, pois os testes de elenco para o filme irão ocorrer somente no segundo semestre deste ano.

Publicidade

A família de Mussum também é peça fundamental no projeto e vem sendo bastante consultada pelo roteirista, assim como foi feito por Juliano Barreto quando este escreveu o livro. O roteiro já foi mostrado para os filhos do humorista, que adoraram o que leram.

O filme está em pré-produção e a projeção é que seja lançado próximo aos 25 anos da morte do comediante, que faleceu dia 29 de julho de 1994, aos 53 anos.

Curiosidades sobre o Mussum:

1 - Grande Otelo deu o apelido de Mussum ao humorista, que até então atendia pelo nome de "Carlinhos do Reco-Reco".

2 - Foi Chico Anysio quem o aconselhou a começar a falar com "is" no final das palavras (por exemplo, "tranquilis" e "problemis").

3 - O famoso "Mé" do Mussum era uma mistura de cachaça com mel que o humorista bebia em sua juventude no morro da Mangueira.

Conheça mais sobre o mito Mussum

Esse vídeo é de uma matéria do Fantástico em homenagem ao humorista. #Os Trapalhões