É natural e até esperado que determinados filmes que são baseados em livros nem sempre agradem os leitores. Livros e filmes são produtos diferentes, para serem consumidos de forma diferente e a linguagem levada para as telas às vezes pode decepcionar quem conheceu a história escrita antes.

A falta de riqueza de detalhes, personagens pouco parecidos com o que foi descrito na obra literária e mudanças significativas no enredo estão entre as principais causas de decepção. Mas nem sempre isso ocorre. Na lista a seguir você confere cinco filmes que conseguiram se mostrar melhores do que os livros que os inspiraram.

1. Garota Exemplar (2014)

Baseado no #livro de Gillian Flynn (que também produziu o roteiro para o #Cinema), o #Filme conta a história da estranha relação de amor (ou não) entre o casal Amy e Nick.

Publicidade
Publicidade

Amy desaparece misteriosamente no dia de seu aniversário de casamento, e o principal suspeito é Nick. O suspense e a reviravolta ficaram ótimos em forma de filme, já que a primeira metade do livro foi tida por muitos leitores como monótona e arrastada.

2. O Poderoso Chefão (1972)

Calma! Ninguém está dizendo que a obra de Mario Puzo não seja sensacional, mas ao ser transformada em filme, em 1972, pelas mãos de Francis Ford Coppola, "The Godfather" acabou se tornando um dos maiores e mais amados clássicos do cinema. As atuações impecáveis de Marlon Brando e Al Pacino, além da excelente trilha sonora e do ótimo figurino, tornaram a história de Puzo ainda melhor. O autor também colaborou no roteiro, então está tudo certo.

Publicidade

3. Diário de Uma Paixão (2004)

Baseado no livro "The Notebook", de Nicholas Sparks, escrito em 1994, o filme é, até hoje, considerado um dos melhores romances já produzidos para a tela do cinema na primeira década dos anos 2000. Os filmes baseados em obras de Sparks são basicamente muito parecidos, e seguem todos uma mesma fórmula romântica que envolve beijos na chuva e a morte de algum personagem querido. Mas, nesse caso, o longa funcionou muito bem, atraindo mesmo as pessoas que não são muito fãs do trabalho de Sparks. Os créditos também ficam por conta de Rachel McAdams e Ryan Gosling, que deram vida aos protagonistas na juventude.

4. O Grande Truque (2006)

Pouca gente sabe que o longa é uma adaptação de livro. A direção ficou por conta de Christopher Nolan, famoso por criar atmosferas sombrias e proporcionar finais surpreendentes para seus filmes.

Publicidade

O autor do livro "The Prestige", Christopher Priest, no entanto, parece não gostar muito de Nolan. Em entrevista de 2014, ele disse que a obra do diretor é entendiante e que sua trilogia Batman é pretensiosa. É bem provável que ele não tenha gostado nadinha da adaptação de O Grande Truque para os cinemas, mas os números, as indicações ao Oscar e o fascínio que os fãs têm pelo filme parecem dizer o contrário.

5. Clube da Luta (1999)

Assim como no caso de O Poderoso Chefão, o livro é uma das principais obras escritas por Chuck Palahniuk e merece todo o seu crédito, mas o filme de David Fincher é estarrecedor e belo, ao mesmo tempo. Fincher conseguiu levar para o cinema a mesma atmosfera e o tom crítico do livro e de uma maneira ainda mais magistral. Com atuações impecáveis de Edward Norton, Brad Pitt e Helena Bonham Carter, se tornou o favorito de muita gente.