Veni, vidi, vici é uma expressão em latim que quer dizer "Vim, vi e venci". Talvez este possa ser o lema da #Marvel Studios. Foi a partir do ano de 2005 que foi dado o pontapé inicial para o Universo Marvel que conhecemos hoje em dia, tendo em vista que a Marvel Entertainment não estava tendo um bom retorno financeiro com a co-produção de filmes de seus super-heróis em acordos com a Sony, New Line, e com a Fox, esta última empresa, foi a casa do Homem-Aranha no cinema.

A Marvel Studios foi fundada com a intenção de ter uma arrecadação maior no cinema com seus personagens, e ao mesmo tempo ter o controle artístico sobre sua obra.

Publicidade
Publicidade

Teve como mentor Avi Arad (diretor da divisão de filmes da Marvel), Kevin Feige que foi outra figura fundamental para esta nova concepção de levar aos cinemas os famosos super-heróis da editora americana. Se por um lado grandes heróis como: Homem-Aranha, X-Men e Quarteto Fantástico não poderiam ser usados nos novos filmes que a Marvel Studios viesse a produzir, pois estes heróis estavam licenciados para outros estúdios cinematográficos, Kevin percebeu que outros grandes heróis estavam livres para serem usados em produções futuras.

Com a ideia inicial de fazerem filmes individuais de heróis do universo dos quadrinhos Marvel para posteriormente reuni-los em um ‘crossover’, mas Avi Arad abandonou este projeto por não acreditar que esta estratégia fosse dar resultados.

Sob o comando de Feige, agora chefe do estúdio, um comitê artístico formado por nomes conhecidos dos amantes de quadrinhos, ficou encarregado de manter a integridade artística das produções do novo estúdio.

Publicidade

Este comitê era formado pelo próprio Feige; Louis D'Esposito (co-presidente da Marvel Studios); Dan Buckley (o presidente da Marvel Comics); Joe Quesada (editor-chefe criativo); Brian Michael Bendis (roteirista) e Alan Fine (presidente da Marvel Entertainment).

Depois de definir como seria a estratégia de produção e lançamentos dos filmes, e sempre tendo em mente não só o aspecto financeiro mas também primando pela qualidade, em 2008 é lançado Homem de Ferro, este foi primeiro filme do que ficou conhecido como fase um e o resto é história!

As produções da Marvel Studios seguem um padrão altíssimo de qualidade em que certos elementos são encontrados em quase todas as suas produções: como efeitos especiais convincentes; humor; histórias bem contadas e ótimas sequências de ação. Mas nem tudo são flores nos filmes da produtora, com derrapadas homéricas como os péssimos: Capitão América: O Primeiro Vingador; Vingadores: Era de Ultron e o fraco Thor: O Mundo Sombrio. Esses são exemplos de exceções que confirmam a regra.

Publicidade

De maneira resumida esta é a fórmula usada pela empresa para atingir o sucesso: planejamento; reunião de pessoas comprometidas com um objetivo, e talvez o principal, a Marvel Studios é formada por um grupo de pessoas que estão ligadas ao mundo dos quadrinhos. Fórmula que a rival #DC parece querer não aprender, se por um lado a DC tem o ótimo Geoff Johns coordenando a DC Films, a DC também tem como mente criativa por trás de seus filmes o superestimado Zack Snyder, talvez esse seja o problema. #HomemAranha