No início da madrugada desta sexta-feira (28), foi divulgado em plataformas digitais o primeiro single do novo disco de #Chico Buarque: #Tua Cantiga, com letra dele e melodia do pianista Cristóvão Bastos. É a segunda parceria dos dois, que há exatos 30 anos, em 1987, tinham feito juntos a canção Todo o Sentimento, gravada no disco Francisco, de Chico Buarque, naquele mesmo ano.

Confira aqui a música Tua Cantiga:

O novo disco

O disco de que Tua Cantiga faz parte se chama #Caravanas e tem lançamento agendado para o final de agosto deste ano. Caravanas foi editado pela gravadora Biscoito Fino, produzido por Vinícius França e tem arranjos do maestro e violonista Luiz Cláudio Ramos, que assina a direção musical dos discos de Chico desde 1989.

Publicidade
Publicidade

É o primeiro disco de músicas inéditas de Chico Buarque desde o lançamento de Chico em 2011. A banda que o acompanha em Caravanas conta com João Rebouças ao piano, Jorge Helder com o baixo e Jurim Moreira na bateria.

Até agora só foram divulgados os títulos de duas músicas do álbum: Tua Cantiga e As Caravanas. Sabe-se, porém, que o disco terá sete canções inéditas e duas regravações de músicas compostas por Chico que nunca tinham sido registradas com sua própria voz. A falta de maiores informações a respeito não é novidade: já é costume que os lançamentos do artista sejam precedidos por um certo mistério.

Caravanas é o 23º disco solo gravado em estúdio pelo artista e tem despertado curiosidade quanto a um possível teor político que as novas canções possam ter, por conta do posicionamento declarado de Chico Buarque diante da atual situação política do país.

Publicidade

Chico político

O cantor e compositor Chico Buarque é famoso por tratar de temas políticos em suas canções, tendo enfrentado a censura da ditadura militar nos anos 1960 e 1970 com músicas como Apesar de Você e Cálice. Atualmente, ele tem se declarado contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff e chegou até mesmo a aderir a uma ação popular pela anulação do processo.

Para os favoráveis ao impeachment, mas que admiram o artista, trata-se de uma grande decepção. Chico Buarque chegou a ser acusado em grande escala de apoiar o PT por mero interesse em ser favorecido por programas governamentais, como a Lei Rouanet, que abre mão de uma parcela dos impostos desde que eles sejam direcionados a agentes culturais.

Resta saber se alguma dessas questões estará presente nas canções de Caravanas. A julgar pelo single divulgado hoje, a resposta é não.