Robert Charles Durman Mitchum nasceu em 06 de agosto de 1917, em Bridgeport, Connecticut.

Seu pai trabalhava em uma ferrovia, e morreu em um acidente de trem quando ele tinha apenas 02 anos de idade. Robert e seus irmãos (incluindo o também ator John Mitchum) foram criados pela mãe e um padrasto militar muito autoritário. Rebelde, ele demonstrava desprezo por autoridades desde a infância. Aos doze anos foi mandando para morar com a avó em Delaware, mas fugiu de casa e passou a viver nas ruas.

Eram os tempos da "Grande Depressão" e ele passou a viajar pelo país como clandestino em trens, junto com um bando de rua. Aos quatorze anos foi preso por vagabundagem, mas conseguiu fugir do reformatório.

Publicidade
Publicidade

Ele voltaria a ser preso em 1948, já famoso, por posse de maconha.

Para sobreviver, teve inúmeras profissões. Foi salva-vidas, boxeador profissional, escavou valas para o corpo de conservação civil e foi gosthwriter para a astróloga Carroll Righter.

Em Long Beach começou a trabalhar em uma companhia aérea, mas o estresse com o trabalho causou-lhe uma cegueira temporária. De licença da empresa, começou a fazer figurações em filmes, aparecendo em dezenas deles dentro de um período muito breve. Seu primeiro papel foi no filme A Comédia Humana (The Human Comedy, 1943), estrelado por Mickey Rooney. Após uma série de pequenos papéis, muitos deles nem creditados, o ator atuou em Também Somos Seres Humanos (Story of G.I.

Publicidade

Joe , 1945), que lhe valeu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante.

Mitchum foi então alçado ao estrelato. Seu estilo aparamente preguiçoso e indiferente e um olhar perdido e desinteressado o transformou em um ícone dos filmes noir dos anos 40, embora tenha igualmente atuado em filmes de faroeste e românticos. Ele atuou em cerca de 130 filmes durante mais de cinquenta anos de carreira. Em 1958, gravou um disco cantando calypso.

Dentre seus principais trabalhos destacamos Macao (Idem, 1952), O Rio das Almas Perdidas (River of No Return, 1954), O Mensageiro do Diabo (The Night of the Hunter, 1955), O Céu é Testemunha (Heaven Knows, Mr. Allison, 1957), O Círculo do Medo (Cape Fear, 1962), A Senhora e Seus Maridos (What a Way to Go!, 1964), Eldorado (El Dorado, 1966), A Filha de Ryan (Ryan's Daughter, 1970), O Último Magnata (The Last Tycoon, 1976), Os Fantasmas Contra Atacam (Scrooged, 1988) e Cabo do Medo (Cape Fear, 1991).

Publicidade

Seu último trabalho foi no filme James Dean: O Ídolo e suas Paixões (James Dean: Live Fast, Die Young, 1997), onde interpretou o diretor George Stevens. O ator Casper Van Dien, que interpretou Dean nesta cinebiografia, foi casado com a atriz Carrie Mitchum, neta de Robert Mitchum.

Robert Mitchum faleceu de enfisema pulmonar em 01 de julho de 1997, um dia antes da morte de James Stewart, com quem ele trabalhou em A Arte de Matar (The Big Sleep, 1978). Ele estava com 79 anos.

#Hollywood #Cinema Clássico #Memória Cinematográfica