Publicidade
Publicidade

Na busca pelo bicampeonato do #Carnaval carioca, algo que não acontece desde o início dos anos 1990, a Mocidade Independente de Padre Miguel realizou neste domingo (10), em sua quadra, a segunda rodada de eliminatórias de samba enredo rumo ao carnaval 2018.

Diferente da primeira fase eliminatória que retirou dez sambas da disputa, a segunda fase eliminou apenas dois. Os 13 sambas que resistiram à primeira fase se apresentaram sob a mesma regra. Três passagens de samba, sendo duas com a bateria Não Existe Mais Quente e uma capela. No final, 11 obras seguem para a terceira fase, que será disputada no próximo domingo (17), a partir das 14 horas.

Publicidade

Base mantida para devolver os dias de glória aos independentes

Depois do polêmico imbróglio que consagrou a Mocidade Independente campeã do Carnaval junto com Portela, a diretoria tratou de manter a base que surpreendeu o público e os jurados na Marquês de Sapucaí.

Alexandre Louzada assinará mais uma vez o Carnaval da verde e branco, e Wander Pires, intérprete de grandes Carnavais da Mocidade, continua à frente do carro de som. Na bateria Não Existe Mais Quente, mestre Dudu continua sua regência por mais um desfile.

Entenda porque Mocidade e Portela dividiram o Carnaval 2017

Após a entrega das justificativas de notas dos jurados, constatou-se que um décimo retirado da Mocidade no quesito enredo poderia prejudicar a escola na contagem final dos pontos. O jurado em questão foi Valmir Aleixo e a nota atribuída à escola foi 9.9, visto que alegou-se a falta de um destaque que não estava contido na pasta da escola.

Publicidade

A partir daí, foi aberta uma plenária na Liesa (Liga da Escolas e Samba do Rio de Janeiro), onde sete presidentes votaram a favor da divisão do título. Houve uma abstenção e o presidente da Portela foi o único voto contra. Depois da decisão, a cúpula portelense ameaçou entrar na Justiça para o cancelamento do resultado, mas recuou da decisão.

Vale lembrar também que, por conta dos acidentes ocorridos com as alegorias de Unidos da Tijuca e Paraíso do Tuiuti, não houve descenso e em 2018 haverão 13 e não 12 escolas desfilando. Dessas, duas devem retornar para o acesso em 2019.

Carnaval 2018

A Mocidade Independente de Padre Miguel será a sétima escola a desfilar no domingo de Carnaval. Em busca do sétimo título do grupo especial a estrela guia da Zona Oeste terá a Índia como enredo.

Desenvolvido pelo carnavalesco Alexandre Louzada "A Estrela que Habita em Mim Saúda a que Existe em Você" é a aposta da renovada Mocidade para voltar às glórias conquistadas nos anos 1990. #sambaenredo #sonhamocidade