Publicidade
Publicidade

O artista visual e professor de Artes em Taguatinga, no Distrito Federal, Antônio Obá chegou entre os finalistas do Prêmio Pipa, que é considerado o prêmio de arte visual contemporânea mais relevante do Brasil. O vencedor recebe R$ 130 mil e uma residência artística na Residency Unlimited, em Nova York.

Mas o que está chamando a atenção na performance de nome “Atos da Transfiguração: Desaparição ou Receita para Fazer um Santo “, é o fato de Obá se apresentar nu com um grande ralador e passa a ralar uma imagem de gesso de #Nossa Senhora de Aparecida, a Padroeira do Brasil, até que ela vire pó. Na sequência, o artista passa o pó por todo o seu corpo.

Publicidade

Segundo Obá, a performance é para produzir novos significados que criticam o racismo velado da sociedade brasileira e remetem às tradições das religiões de matriz africana. Mas para os internautas, a única que o artista consegue é atacar de maneira aviltante, a fé dos #católicos brasileiros.

Artista explica performance

Em um entrevista para o Blog do Arcanjo do UOL, Obá explicou de maneira extremamente rebuscada como foi a ideia de fazer essa performance que foi criada em 2015, após muito estudo. Durante a explicação, ele citou que vem de família católica e misturou vários pontos sem muita clareza. Em um dado trecho, o artista cita que ralar a imagem preta até reduzi-la a um pó branco e depois jogá-lo sob si era um trabalho extenuante que faz sua pele e identidade desaparecerem.

Na mesma entrevista, Obá ainda afirmou estar muito feliz e grato por conseguir chegar à final do Prêmio Pipa.

Publicidade

Internautas desaprovam

Se o ato de Obá é visto como uma “performance artística” para quem é da área, para a grande maioria dos internautas, Obá foi apenas extremamente desrespeitoso com a imagem de Nossa Senhora de Aparecida e com os católicos. “Ridículo! Coisa idiota! Quanta coisa pra ralar, vai ralar um dos símbolos da fé da maioria da população brasileira! Chacota e deboche com o catolicismo!”, afirmou um internauta. “Hoje em dia qualquer porcaria é arte. Na verdade a arte ultimamente só é representada por porcaria. Acho que nem posso chamar isso de arte. LIXO!”

Nas redes sociais, uma internauta lembrou que recentemente o pastor Agenor Duque [VIDEO] enfrentou muitas críticas, quase foi processado e teve que pedir desculpas, após comparar a imagem de Nossa Senhora de Aparecida com uma garrafa de Coca-Cola [VIDEO], e que, por uma questão de coerência, deveriam fazer o mesmo com Obá. #Homem nu