Publicidade
Publicidade

Não há como não admitir que os irmãos Duffer não só capricharam na trama e personagens da série Stranger Things [VIDEO], como abusaram das referências aos anos 1980 de um jeito que tem agradado ao público.

Algumas das alusões são nítidas e até escancaradas. A principal e mais marcante que permeia as duas temporadas é a semelhança da história com IT, de Stephen King, clássico do terror que saiu das páginas do livro para ganhar uma versão nas telinhas em 1982 e outra agora em 2017.

O que há em comum entre Stranger Things e a obra de terror IT, de Stephen King?

Na trama de IT, um grupo de crianças na casa dos 11 anos denominados como Clube dos Perdedores, se unem para investigar o desaparecimento de Georgie, o irmão de um deles, Bill Denbrough, que aliás é interpretado por Jaeden Lieberher, o Mike de #Stranger Things.

Publicidade

A questão é que por trás do desaparecimento do pequeno Georgie está uma criatura sobrenatural: o palhaço Pennywise, responsável também pelo desaparecimento de outras crianças.

Lembra alguma coisa?

Pois é, na trama dos irmãos Duffer, crianças se unem na primeira temporada para resgatar o amigo Will do Mundo Invertido e na segunda para livrá-lo do ser maligno que desta vez quer invadir a pacata cidade de Hawkins. E as semelhanças não pararam por aí, pois em Stranger Things, o grupo de crianças também é composto por nerds que sofrem bulling de garotos maldosos, assim como o Clube dos Perdedores de IT.

Veja o trailer da segunda temporada de Stranger Things:

E a enxurrada de referências continuam.

Uma lista de referências e pura nostalgia

Veja abaixo algumas referências a filmes aclamados na década de 1980:

  • O delegado Jim Hooper, papel de Daivid Habbor, é uma clara homenagem a Indiana Jones. Em um dos episódios da segunda temporada, Hooper até volta em uma situação de extremo perigo para recuperar seu inseparável chapéu, assim como o arqueólogo aventureiro, criação de Steven Spielberg.
  • O monstro de Stranger Things tem as características físicas composta de uma mescla de Predador, o ser do filme O Enigma de Outro Mundo e principalmente de Alien - O Oitavo Passageiro, todos os filmes de 1980. E vai além, pois o monstrengo é vulnerável ao fogo e utiliza Will como seu hospedeiro, assim como o extraterrestre enfrentado pela subtenente Ripley, que ganhou vida por meio da atriz Sigourney Weaver na franquia dos filmes Alien.
  • As bicicletas usadas pelas crianças em Stranger Things são uma verdadeira declaração de amor ao filme E.T – O Extraterrestre, assim como a presença de Sean Austin na segunda temporada garante a homenagem aos Goonies, filme também produzido por Steven Spielberg, escrito por Chris Columbus e dirigido por Richard Donner no ano de 1985.
  • A amizade é um dos tópicos bem explorados na série. Uma delas é protagonizada pelo carismático Dustin e seu “democão”, uma das criaturas infernais do Mundo Invertido, a qual ele apelida carinhosamente. A interação entre os dois lembra muito a relação do personagem Billy Peltzer no filme Gremilins, de 1984, com um estranho bichinho, mistura de coruja e morcego, que se exposto à luz ou água, acabava por se transformar em uma criatura nada agradável. A memorável cena dos pequenos amigos andando pela linha do trem no filme Stand by Me também se repete em Stranger Things , tanto na primeira como na segunda temporada, no qual o grupo mirim segue para suas aventuras .
  • Há ainda uma clara referência a Poltergeist e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, quando Winona Ryder, na pele de Joyce Byers, se comunica com o filho Will por meio das luzes espalhadas por sua casa na primeira temporada, como as notas de música utilizadas em Contatos Imediatos ou a televisão fora de sintonia em Poltergeist.

E é claro que as referências em Stranger Things, uma série Original Netflix [VIDEO], vão ainda mais longe, surgindo como easter eggs, sutilezas ou declarações escancaradas de filmes, séries e livros que fizeram a cabeça de muita gente que viveu essa fase incrível que foram os anos 1980.

Publicidade

#Seriados #Netflix