Muitos sites nos ajudam com dicas do que fazer ou deixar de fazer quando o assunto é sexo; mas poucos dizem os cuidados que devemos ter, não estamos falando do básico como a utilização de anticoncepcionais ou o uso de preservativos para evitar doenças ou uma possível gravidez, estamos falando do que fazer após o ato.

É comum o casal permanecer na cama e até vir a dormir ou até aqueles que preferem levar todo esse amor para um banho a dois, mas saiba que alguns hábitos podem ser prejudiciais a mulher. A lista abaixo contém dicas para que você tome alguns cuidados, pois é importante lembrar que a área é sensível e precisa de mais atenção do que se imagina.

Tomar banho

O primeiro e mais comum hábito feminino é ir relaxar em um banho quente e lavar todo o corpo incluindo a região íntima, porém é aí que cometemos o primeiro erro. Após o ato a sensibilidade da pele e da mucosa aumenta o que faz com que o sabonete usado convencionalmente venha a gerar irritação, ressecamento e até uma reação alérgica.

A vagina é uma área autolimpante, que se responsabiliza por eliminar algumas possíveis bactérias que podem surgir na região devido ao contato dos órgãos. O indicado é lavar a região apenas com água corrente.

Fazer xixi

Como já foi dito, o contato dos órgãos pode trazer bactérias para a parte interna do corpo feminino o que pode gerar uma infecção urinária. A forma mais eficaz de evitar o problema é esvaziar a bexiga em, no máximo, uma hora após o ato.

Banho de banheira

Se tornaria cansativo citar novamente as bactérias do contato, mas em um banho de banheira, além termos essas bactérias, ainda podemos contrair outras. Sim, a exposição dos dois corpos na água quente pode contaminar ainda mais a região que, após o ato, além de ficar mais sensível, está mais exposta devido aos estímulos.

Permanecer com lingerie

Outra situação que pode vir a gerar complicações é a permanência com a roupa íntima, seja por um longo período após o ato ao até mesmo para dormir. Exceto nos casos onde as calcinhas são 100% algodão, as de materiais sintéticos, que são esteticamente falando mais bonitas e até mesmo mais sensuais impossibilitam a área de respirar, o que por um período longo de tempo é necessário pois a região permanece úmida e em uma temperatura mais elevada o que se abafado se torna mais propício a gerar fungos.

Lenços umedecidos

Pequenos vilões que não são tão incomuns quanto parecem, os lenços umedecidos são uma opção de limpeza íntima para muitas mulheres que se esquecem da composição prejudicial. Normalmente, a limpeza parece mais rápida e eficaz evitando um longo banho, mas essa "rapidez" pode gerar uma irritação semelhante ou até pior do que a nossa primeira dica sobre sabonetes. A composição é basicamente com álcool, perfumes e óleos, fazendo com que a melhor maneira para uma situação de emergência seja o uso de papel higiênico, mesmo sendo algo simples, ele absorve com facilidade, em casos de necessidade pode-se umedecê-lo com um pouco de água morna. #higiene