A relação sexual deve ser uma coisa prazerosa para ambos os envolvidos e são comprovados cientificamente os benefícios que traz tanto para o lado físico quanto emocional do casal. Atitudes simples do dia a dia podem atrapalhar e causar situações desagradáveis durante e após a relação íntima, por isso é bom ficar atento a essas #Dicas de especialistas e evitar tomar essas atitudes antes do momento a dois.

1- Ingerir remédios anti-histamínicos: segundo o ginecologista Ricardo Luba, os antialérgicos possuem a função de diminuir a coriza ou o excesso de muco durante as alergias, e por isso podem ressecar, temporariamente, outras partes do corpo e diminuir a lubrificação vaginal.

2- Consumir alguns alimentos: de acordo com o médico, a vagina possui sabor e odor que podem mudar devido a muitos fatores, como o pH do local, o balanço entre fungo e bactéria que vivem na região vaginal. Deepende também da fase de vida feminina, se está na menopausa, por exemplo. Depende do ciclo menstrual, da higiene e também da alimentação.

Ele esclarece que alimentos ácidos e carnes vermelhas podem mudar o cheiro e o sabor da vagina. Para controlar o pH vaginal o #Especialista sugere a ingestão de iogurtes ricos em lactobacilos e probióticos. Para controlar o cheiro, ele aconselha o consumo de água, chá, fruta e fibra.

3- Exagerar na bebida alcoólica: um efeito devastador do álcool no organismo é a inibição dos estímulos de excitação, o que pode dificultar alcançar o orgasmo. Segundo estudos, 11% das pessoas que ingerem bebidas alcoólicas enfrentam dificuldade para chegar ao orgasmo.

4- Se depilar poucas horas antes da relação: como na depilação a camada córnea é retirada, a pele fica mais sensível e o atrito da relação pode irritar a epiderme. A dermatologista Tatiana di Perrelli aconselha a aguardar um período de 12 a 24 horas entre a depilação e a atividade sexual, e a hidratar bem a região.

5- Cuidado com as brincadeiras com alimentos: alimentos usados durante a preliminar podem mudar o pH da vagina e até causar infecções. O ginecologista alerta também para a higiene desses itens e aconselha o uso de objetos feitos especialmente para esse momento, que apimentam o clima, mas de forma segura.  

6- Exagero ao escovar os dentes ou passar fio dental: isso pode causar feridas na boca ou gengiva, e machucados nessa região são um risco à saúde, pois podem ser uma porta aberta para pegar DSTs durante o #sexo oral. Por isso os dermatologistas alertam para que nunca deixe de usar a camisinha.