Diversos fatores fazem com que apareçam pequenas “bolinhas” nos braços, chamadas também de pequenas espinhas. Um desses motivos é o glúten. As pessoas consomem muitos alimentos que possuem glúten no dia-a-dia, sem saber quais as consequências que esta proteína podem trazer ao organismo. Especialistas na área de nutrição afirmam que essas proteínas são mais prejudiciais ao organismo do que você imagina.

Publicidade

O glúten é um conjunto de proteínas que são encontradas principalmente em produtos que contenham farinhas e cereais. Nem todas as pessoas possuem tolerância a estas proteínas e algumas podem sentir dores no estômago ou azia após consumirem massas. Mesmo muitas pessoas ignorando isso e ainda preferindo se esbaldar em uma deliciosa macarronada ou bolos, é importante saber que o glúten pode ser um grande inimigo.

Alguns dos sintomas mais frequentes de intolerância ao glúten são:

Tonturas

As tonturas ou até mesmo fraqueza ocorrem após a pessoa ingerir alimentos que possuem glúten.

Dor no estômago

Este é o sinal mais comum e pode vir acompanhado de gases ou diarreia. Isso acontece porque o consumo de glúten danifica o revestimento do intestino delgado.

Irritação da pele

Quando se tem intolerância ao glúten, na maior parte dos casos surgem doenças da pele, como eczema.

Enxaqueca e fadiga

Alimentos à base de trigo podem causar dor de cabeça e cansaço.

Intolerância à lactose

Caso você tenha problemas com proteínas do leite, possivelmente será intolerante também ao glúten e vice-versa. Sendo assim, evite alimentos derivados do leite, principalmente os industrializados.

Caso você possua os sintomas acima após o consumo de alimentos com glúten, procure um médico para confirmação e orientação de como é o procedimento para reverter a situação, como por exemplo a substituição dos alimentos que possuem essa proteína. Além disso, se você tem fibromialgia, pare de comer glúten e veja a diferença que fará. E não se preocupe, muitas pessoas vivem muito bem sem essas substâncias.

Gostou desta postagem? Então deixe um comentário. #Saúde