Um caso bem inusitado aconteceu com a jovem Kuala Lumpur, de 24 anos, na Malásia. Ela decidiu escrever uma carta destinada para um homem que, segundo ela, estava sentado na poltrona de trás no mesmo voo em que ela estava da companhia AirAsia. Posteriormente ela decidiu compartilhar a mesma carta em sua rede social.

O avião saia de Cingapura com destino a Sidney, na Austrália. Segundo Kuala, esse homem foi o responsável pela pior viagem de avião que ela já fez em sua vida.

A garota fez questão de tirar uma foto dos pés do homem, que estavam sob as janelas e o banco em que ela estava sentada. Junto da foto ela escreveu uma carta bem irônica.

Na carta, Kuala não deixou barato e reclamou de muitas coisas que aconteceram durante sua viagem, e uma delas foi o cheiro insuportável de chulé do seu “companheiro” de voo. Como se não bastasse o fedor horrível, a garota ainda reclamou do barulho que ele fazia ao comer algo e de como ele falava quase gritando.

Na carta, Kuala diz que “o cheiro de chulé invadiu meu nariz de tal forma que mais parecia um cheiro de algo morto. Fiquei tão apavorada com o cheiro que me virei para o lado e verifiquei se a senhora minha companheira de poltrona ainda estava respirando. Achei tão desagradável esse senhor tirar seus sapatos e apoiar os pés na janela do avião e depois na minha poltrona”.

A garota ainda completa dizendo que nem conseguiu apreciar sua viagem olhando as paisagens, porque caso virasse para a janela iria passal mal só de olhar para os pés daquele rapaz. Falou que não poderia sequer pensar em usar as máscaras de oxigênio que o avião disponibiliza. Segundo a garota, esse é o preço que você paga por querer economizar comprando uma passagem de avião barata. Nem reclamar com os comissários ela pode, afinal, o que eles iriam poder fazer em uma situação como essa?

Logo depois da garota compartilhar a carta em sua rede social, o post super irônico se tornou viral e já foi compartilhado centenas de vezes, muitas pessoas aproveitando seu desabafo e fazendo relatos similares que já presenciaram em viagens. #Google #Comportamento