De acordo com informações disponibilizadas pelo site Daily Mail, do Reino Unido, o dentista e artista Kuang-Yi Ku criou um dispositivo plástico, também conhecido como retentor bucal, que foi modificado especialmente para que os homens sintam mais prazer quando receberem sexo oral, ou como o ato é chamado, felação.

O retentor encaixa-se na boca como qualquer outro existente no mercado, mas possui protuberâncias feitas de um material que transmite uma sensação semelhante ao toque em tecidos humanos vivos. Segundo Kuang-Yi, o dispositivo tem a capacidade de melhorar a estimulação peniana durante o sexo oral, e pode ser personalizado para se adequar ao gosto de cada usuário.

O "retentor de felação" foi exibido pela primeira vez durante esta semana em King's College Gallery, em Londres, e ainda não está à venda.

Implante de tecidos vivos para melhorar o sexo oral

Conforme relatou o Daily Mail, Kuang-Yi Ku graduou-se com um mestrado em odontologia na Universidade Nacional Yang-Ming, e também possui um diploma de design de comunicação da Universidade Shih Chien.

Kuang-Yi criou o chamado Projeto de Modificação de Felação, justamente para mesclar suas vertentes médicas e artísticas, de forma que seja possível estudar como a odontologia e a manipulação de tecido oral podem afetar o prazer, particularmente nas relações homossexuais.

Futuramente, conforme as tecnologias forem evoluindo, o dentista espera que surjam procedimentos biotecnológicos, como o crescimento de células em laboratório, para que seja possível implantar cirurgicamente pedaços de tecido vivo na boca de uma pessoa, ao invés de usar um dispositivo artificial que aumente o prazer.

Mas o inventor, ainda de acordo com o Daily Mail, não se esqueceu das relações femininas: falando ao site Dazed Digital, Kuang-Yi disse que o "retentor de felação" é só o primeiro passo, e que ainda surgirão invenções feitas exclusivamente para que as mulheres sintam mais prazer durante o sexo oral, ou como o ato também é chamado (quando a mulher recebe este tipo de sexo), cunilingus.

Kuang-Yi afirmou: "Imagino que no futuro as pessoas poderão modificar a largura e o comprimento da língua para o cunilingus". #Curiosidades #Europa