'Conversa de botas batidas' é uma das músicas mais conhecidas da #Banda carioca Los Hermanos. Ela está presente no terceiro álbum da banda intitulado 'Ventura', de 2003. Esse foi o primeiro trabalho de uma banda a ser disponibilizado - de maneira ilegal - na internet antes de seu lançamento oficial. O disco contém 15 faixas e foi considerado o melhor disco brasileiro de todos os tempos por meio de uma votação na internet.

Mas será que alguém já parou para pensar sobre o que a letra da canção fala? A canção não só é bela, como também é inspirada em uma história verdadeira.

História que deu origem à canção

Em 25 de setembro de 2002, um prédio no Rio de Janeiro desabou. Ao ouvirem os sons dos estalos, funcionários e hospedes saíram do prédio, e devido a isso evitaram muitas mortes. Quando o porteiro do prédio estava saindo, lembrou-se de um certo casal que ocupava um dos quartos. Ele disse que interfonou e chegou a bater na porta de onde o casal estava, mas como não houve resposta, desistiu e saiu.

Não se sabe se eles não quiseram abrir para fugir de um flagrante ou sabiam do real motivo e resolveram morrer juntos. Dias depois, foram encontrados dois corpos nus e abraçados nos escombros do que seria uma cama. Um dos corpos era de uma bancária, de 47 anos, e ele, professor, de 71 anos. Os dois viviam um romance secreto, por isso a família do professor não queria que fosse divulgado seu nome, a fim de preservar sua imagem.

O nome do hotel era Linda do Rosário. A estrela que é citada no final da #Música se referee a uma enorme estrela que existia no topo do prédio. “Uma divagação sobre uma situação real. Um senhor e uma senhora morreram num desabamento aqui no Rio, e eles eram amantes. A música é como se fosse uma conversa deles antes do prédio desabar.

Marcelo Camelo: "Conversa de Botas Batidas é um diálogo final de um casal cansado de fugir e se esconder, e a alternativa escolhida entre eles foi a de se amar até morrer para viverem juntos no céu".

Após ouvir essa história, a música fará muito mais sentido. Se a letra era uma incógnita, agora não é mais.

#Brasil