Procurando por seu novo #Emprego, Lukas Yla, obviamente publicitário, encontrou uma nova maneira para que seus currículos fossem entregues e não que fossem despejados no lixo sem que alguém responsável tivesse lido e dado a ele a atenção que os inscritos esperam que eles recebam. Muito #esperto e perspicaz, o jovem encontrou em sua própria profissão, uma solução para o caso tão comum e conhecido mundialmente: fingiu ser um #entregador de rosquinhas, passou pela segurança e entregou, os donuts e, como bônus extra, o seu currículo exatamente para a pessoa que ele gostaria que lesse e o conhecesse por seu trabalho inteligente.

Ele havia deixado sua cidade em busca de um emprego em São Francisco, Estados Unidos, mas chegando lá, percebeu que não era tão fácil como ele imaginara, pois apesar de ser uma cidade grande, também era uma cidade com muitos mais concorrentes pela vaga e que seria extremamente mais difícil ser notado e ter a chance de ser ao menos entrevistado para demonstrar suas estratégias de marketing.

O pulo do 'gato esperto'

Ele mandou que confeccionassem uma camiseta para ele, idêntica a que é usada por funcionários de uma famosa rede de confeitaria, comprou uma caixa de donuts e dentro dela, colou a seguinte mensagem:

Feito isso, ele se armou de confiança e entregou pessoalmente no prédio da empresa que ele gostaria de ser contratado.

Resumo do plano engenhoso para o emprego

Mas antes disso, ele andou pesquisando e muito, formas de ser devidamente notado e quem eram as pessoas responsáveis pela leitura e seleção dos currículos entregues e deixados na recepção da empresa. Ele fez isso com todas as empresas que tinha interesse e com isso meio que "obrigou" o responsável a não somente ler sua proposta como também notar sua inteligência e perspicácia na hora de competir com os grandes concorrentes e pior ainda, com concorrentes experientes.

No total, ele entregou 40 caixas e recebeu 10 convites para entrevista. Num mundo tão concorrido, ele provou que está disposto a ser escolhido.